Por: Jornal Sul Brasil | 08/04/2020
Com 22 dias completados de pausa nas atividades, o departamento de futebol da Chapecoense analisa com tranquilidade todas as ações para serem tomadas de momento e para o futuro. Passados 32 dias desde o anúncio oficial de sua chegada como coordenador de futebol, em período de quarentena, André Martins atua intensamente junto com Mano Dal Piva e Neto no planejamento para o retorno do trabalho.

Nesta terça-feira dia 7, via rede social, André respondeu às perguntas da imprensa. Um dos assuntos tratados foi de qual atividade vinha realizando no período de paralisação. “Tenho conversado bastante com a diretoria e comissão, estabelecendo e tentando organizar um planejamento para o retorno das atividades. Existe a possibilidade de fazermos uma mini pré-temporada, dependendo da data que a CBF estabelecer a volta e o início das competições”.

– Estamos acompanhando as novidades sobre possibilidade de inscrever novos atletas, se vai existir essa possibilidade. Pela incerteza de como tudo isso afetará o futebol ainda não podemos tratar do assunto de contratações. O momento agora é de estudar as possibilidades e aguardar.

Questionado sobre o planejamento, André destacou estudar o cenário. “Em relação ao mercado, está tudo parado e todo mundo esperando uma definição. Futebol não só no Brasil, mas mundialmente falando já está sendo afetado em relação a receitas, planejamento a curto, médio e longo prazo. A gente vai usando o tempo para diálogo e estudo de cenário”.

A pausa também afetou as negociações contratuais. André explica quais os cuidados tomados pelo departamento. “Neste momento está tudo parado, justamente por não sabermos o que pode e vai acontecer, em relação ao retorno do estadual e inicio da Série B. Nós juntamente com o departamento jurídico estamos estudando as medidas que serão tomadas sobre os contratos que se encerram no final do estadual”.