Por: Jornal Sul Brasil | 11/05/2020

A Secretaria de Educação de Chapecó, em virtude da pandemia Covid-19, segue com atenção ao ensino não presencial e ações de distanciamento social dos alunos da rede municipal. Todas as famílias estão inclusas neste processo, visto que, para aqueles que não tenham acesso à internet, as instituições de ensino seguem disponibilizando as atividades impressas.

Diante desta realidade e seguindo as orientações de legislação para adequações legais, foi enviado o projeto ao COMED – Conselho Municipal de Educação – com o objetivo de estabelecer de forma coerente, legal e responsável a oferta, em caráter excepcional, de atividades não presenciais, nos mais variados formatos para todos os níveis e modalidades de ensino atendidas pela rede municipal, considerando o respeito aos direitos de aprendizagem das crianças, jovens e adultos, as particularidades de cada lar, a viabilidade para realização e a possibilidade de interação com as instituições educativas.

Vale ressaltar, que esta oferta de atividades para os alunos desenvolver em casa vem sendo disponibilizada desde o dia 22 de abril, tendo sido elaboradas pelas equipes de articulação da Secretaria de Educação. A partir do dia 13 de maio, as atividades passam a ser elaboradas pelos professores, que receberam capacitação das equipes pedagógica e de planejamento educacional para o uso da ferramenta online e também, formações para elaboração de atividades específicas e condizentes com este momento de pandemia. Tais atividades buscam evidenciar as vivências familiares, sensibilidade ao cenário, direitos a aprendizagem, vivências agradáveis e conexão saudável.

Cada instituição de ensino, através de sua equipe gestora fará a postagem das atividades elaboradas pelos professores. A plataforma está organizada de modo a facilitar o manejo por parte das famílias, basta acessar o site da Prefeitura de Chapecó e buscar na página principal onde diz sala de aula no atalho para o link , e seguir com a busca pelas atividades. A etapa seguinte é localizar a modalidade desejada, entre Atendimento Educacional Especializado – AEE, Educação Infantil, Educação de Jovens e Adultos – EJA, Ensino Fundamental 1º ao 9º ano. Na sequência, basta procurar pelo nome da instituição de ensino que o aluno frequenta e o seu ano letivo, onde estarão disponibilizados 03 planos de atividades por semana de diferentes componentes curriculares.

Para a educação infantil os pais devem procurar pelo nome da instituição de ensino, em seguida o grupo etário que a criança se encontra (Bebês/Berçário, Crianças Bem Pequenas/Maternal, Crianças Pequenas/Pré-escola) onde estará disponibilizado  até 02 planos de atividades por semana por grupo etário, com atividades lúdicas e significativas para as crianças. Todas as atividades ofertadas pelos professores aos alunos terão orientação e acompanhamento da Secretaria de Educação e equipe gestora, elaboradas de forma articulada pelos professores, de forma a intercalar os componentes curriculares para não sobrecarregar os alunos e as famílias. Mesmo não possuindo cunho avaliativo a orientação é que se façam registros nos cadernos para acompanhamento pedagógico. Também estarão disponíveis as atividades das salas de recurso para os alunos de Atendimento Educacional Especializado – AEE, bem como informativos e orientações às famílias.

Para os alunos que necessitam de adequações curriculares as escolas estarão enviando por e mail; quem não tiver acesso a internet poderá buscar as atividades nas escolas, sempre valorizando a individualidade de cada aluno e sua necessidade específica. Ainda respeitando a prática de distanciamento por segurança, foi orientado que equipe gestora organize um cronograma para que as famílias que necessitem buscar atividades nas escolas não passem por aglomerações. Para a Secretária de Educação de Chapecó, Sandra Maria Galera, o momento é de responsabilidade mútua. “Temos professores empenhados em preparar o material que fará parte da plataforma para que os alunos desenvolvam em casa, sempre levando em conta atividades ricas de conhecimento e de outro as famílias e estarão sem dúvida nenhuma enriquecendo este processo com vivências familiares”, finalizou.