Por: Jornal Sul Brasil | 15/07/2020

Pontuando que todas as decisões são técnicas o Prefeito Luciano Buligon garantiu nesta quarta-feira dia 15, que as aulas presenciais em Chapecó não voltarão em agosto, com o objetivo principal de preservar a vida das pessoas.

A secretária da educação Sandra Maria Galera também participou da coletiva, e garantiu que as aulas não retornarão em razão de inúmeros fatores, mas especialmente os índices epidemiológicos da Covid-19. Essa decisão é baseada também na orientação do Comitê Estratégico de Volta às Aulas no Estado, por orientações através de participação das discussões nos grupos da UNDIME – SC – União dos Dirigentes Municipais de Educação de Santa Catarina, da AMOSC – Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina, e ainda pelos dados apontados na pesquisa realizada com a Rede Municipal de Ensino de Chapecó.

Conforme Simone Perdesetti, Gerente de Apoio Administrativo, o questionário foi respondido por 9.558 famílias, o que representa aproximadamente 64% dos alunos, bem como 1.254 professores, ou seja, 70%. Um total de 57,9% das famílias apontaram que preferem que as aulas não retornem em agosto, e se retornarem 60% dos pesquisados não levariam os filhos à escola.

Novas ações

Para o segundo semestre letivo está prevista a contratação de uma plataforma digital do Google Education – GetEdu – para aulas remotas. Depois que uma empresa especializada for contratada, haverá a migração dos dados do sistema escolar da prefeitura para a plataforma, montagens das turmas e e-mails para professores e alunos. Depois disso acontecerá a formação de 100 multiplicadores, 79 professores efetivos das Instituições e 21 professores efetivos que atuam na SEDUC. O terceiro passo será a formação com todos os professores da rede municipal com os multiplicadores e o início do uso da plataforma está prevista para 17 de agosto de 2020.

A Organização Pedagógica para cada etapa terá suas particularidades. Serão orientados os professores e as famílias de como vai acontecer. Na Educação Infantil – irão continuar as postagens no site da prefeitura – no banner sala de aula com aulas – com as atividades remotas ou vídeos gravados com mediações das atividades postadas. O link com essas atividades também serão enviados nos grupos de WhatsApp das turmas ou e-mails, ficando disponível por uma semana. Para o Ensino Fundamental – Aula remota pelo meet e uso da plataforma do Classroon para atividades e registro de presença. Para todos os profissionais da Educação, continuam as formações remotas organizadas pela Secretaria de Educação, Escola da Inteligência e com as Universidades parceiras.

A Diretora Pedagógica Marinete Kolling anunciou que todos os 23 mil alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino terão direito a um Kit de Alimentação Escolar. As famílias interessadas devem fazer a inscrição no site da prefeitura entre os dias 21 e 29/07/2020. A distribuição dos kits será feito em cada escola ou CEIMs que os alunos estiverem matriculados, através da apresentação de um documento de identificação. Em caso de a família não possuir acesso a internet poderão procurar auxílio na escola onde o filho é matriculado.