Por: Coluna Pelo Estado por Ewaldo Willerding | 25/05/2021

Empresas privadas, públicas, sociedades de economia mista e organizações sem fins lucrativos podem participar da 11ª edição da Certificação de Responsabilidade Social de SC e Troféu Responsabilidade Social – Destaque SC, que tem o objetivo de reconhecer empresas e instituições que assumem a responsabilidade social como política de gestão. O edital foi lançado na semana passada na Assembleia Legislativa.

Um dos pré-requisitos para participação é a comprovação da publicação do balanço social da organização relativo ao ano de 2020. As organizações que obtiverem os melhores desempenhos na Certificação de Responsabilidade Social, com base em suas ações e projetos socioambientais, serão premiadas com o Troféu Destaque. Segundo a organização, as inscrições estão previstas para iniciar no dia 1º de junho, permanecendo disponíveis no site responsabilidadesocial.alesc.sc.gov.br até 31 de agosto.

Para este ano foram feitos ajustes na avaliação, com o acréscimo de mais um troféu destaque, buscando um maior reconhecimento de entidades da categoria organizações sem fins lucrativos. Serão consideradas as particularidades, abrangência e porte. Em 2020, foram 130 inscrições recebidas, 100 efetivadas e 77 empresas receberam a Certificação 2020. Além das certificadas, sete empresas e entidades de todos os segmentos receberam o Troféu Responsabilidade Social 2020 pelo reconhecimento ao trabalho realizado e apresentado nos seus balanços sociais.

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina promove a certificação e premiação em parceria com uma Comissão Mista de Certificação de Responsabilidade Social, composta por representantes técnicos de órgãos públicos e da sociedade civil catarinense.

Anita Garibaldi

A iniciativa da deputada Paulinha (PDT), que, através do projeto de lei, pretende definir 2021 como o ano do bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi ganha adesões na Alesc. O parlamento estadual vai utilizar logomarca alusiva à “Heroína dos Mundos”, na papelaria, nos materiais impressos e nos arquivos eletrônicos oficiais, a partir desta semana. Anita recebeu a alcunha de Heroína dos Dois Mundos por sua participação em atos como a Revolução Farroupilha e a Batalha dos Curitibanos, em solo brasileiro, e a Batalha de Gianicolo, na Itália.

Gás Natural

No mês de abril, a SCGÁS atingiu o marco de 16 mil lares catarinenses abastecidos com Gás Natural e até o final do ano projeta conectar mais 2,6 mil novas unidades. Somente em 2020, quase 1.500 residências passaram a utilizar o Gás Natural no estado. O crescimento, que ganha caráter exponencial nos últimos exercícios, deve-se ao investimento contínuo da Companhia para expansão da rede pelos bairros de municípios abastecidos que possuam conurbação urbana e verticalização. Conforme dados de abril, 16.136 residências em nove municípios catarinenses possuem Gás Natural. Esse número representa 93,5% de todos os pontos de atendimento pela SCGÁS em Santa Catarina.

Sustentabilidade

A geração de energia com o uso de placas fotovoltaicas está crescendo em SC. E não apenas no setor privado. Gilberto Vieira, presidente da Quantum Engenharia, o interesse é cada vez maior do poder público. Na Capital, a Udesc e a Polícia Federal já aderiram ao modelo. Em Itá, no Oeste do Estado, além da iluminação pública ser 100% LED, a Prefeitura instalou placas fotovoltaicas em prédios públicos, o que vai gerar uma economia de 70% nas faturas de energia elétrica da cidade.

Oportunidades

Há inúmeras oportunidades gratuitas de aprendizado a quem deseja seguir carreira no setor de TI. Em Joinville, por exemplo, mais de 1.600 jovens e pessoas com deficiência já foram formados para atuar nas áreas de TI e Administração, por meio de cursos gratuitos promovidos pelo Instituto da Oportunidade Social (IOS). A empregabilidade é praticamente garantida após a conclusão das aulas. Até 2.024, esse setor deve empregar 421 mil pessoas (ou seja, 100 mil vagas/ano). Porém, anualmente, apenas 46 mil pessoas obtêm esse tipo de formação, no Brasil.