Por: Coluna Pelo Estado por Ewaldo Willerding | 1 mês atrás

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, prestou contas das ações tomadas no controle da pandemia de Covid-19 nesta quarta-feira, 30, na Assembleia Legislativa e deu duas notícias: 1 – Santa Catarina já está enfrentando a terceira onda da doença; 2 – Até o mês de agosto 30% da população estará imunizada (com as duas doses da vacina).

Para ele, a terceira onda já se reflete no quantitativo de casos, com aumento de 15% a 20% nas últimas semanas. Para reforçar, o mapa da Matriz de Risco Potencial divulgado no sábado (26), apontou que 15 das 16 regiões estão em alerta gravíssimo. Somente o Extremo Oeste se encontra em nível grave. Mais: a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) específicos para Covid-19 está em torno de 94%. A faixa etária com maior número de óbitos atualmente é a dos 50 a 59 anos. Desde o início da pandemia, 16,8 mil óbitos foram registrados. Como alento, André Motta Ribeiro faz uma relação entre o número de doses recebidas com a quantidade de pessoas que podem receber os imunizantes e aponta que SC está entre os cinco estados brasileiros que mais vacina.

Questionado pelo deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB) sobre o quantitativo de vacinas disponível e se a alegada dificuldade de compra do governo federal impactou o ritmo de vacinação, Motta Ribeiro admitiu que houve dificuldade de cumprimento dos calendários de produção pelos laboratórios e que a politização da pandemia na esfera federal provocou impactos, como o atraso na entrega do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA). “Mas agora estamos recebendo um quantitativo bastante interessante. E já temos em torno de 15% a 17% da população elegível vacinada com as duas doses.” Até agosto, o secretário estimou que 30% da população estará imunizada. A ver.

Cirurgias eletivas

Ainda sobre a participação do secretário Motta Ribeiro na Alesc, o deputado Dr. Vicente Caropreso questionou sobre a retomada das cirurgias eletivas represadas. Há mais de 100 mil pessoas na fila de espera para realização de um procedimento cirúrgico no estado. O secretário assegurou que alguns hospitais já foram liberados para realizar as cirurgias eletivas em que não há necessidade de UTI – a portaria data do mês de maio. E que os hospitais que puderem atender às duas demandas estão liberados para fazer os atendimentos.

Libras no parto

Com a relatoria do deputado Valdir Cobalchini (MDB) foi aprovado na Comissão da Saúde, nesta quarta-feira, 30, o Projeto de Lei 275/2020 que garante o direito à presença de tradutor e intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, nos hospitais, maternidades e estabelecimentos similares da rede de saúde. O projeto seguirá para análise da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência. “A matéria é relevante, pois atende ao interesse público, principalmente às pessoas com deficiência. Mais uma importante conquista à cidadania dos catarinenses”, comemora o parlamentar.

SCGÁS

As novas tabelas tarifárias do Gás Natural praticadas em SC foram atualizadas pela SCGÁS conforme Resolução n° 180, da Aresc. Os efeitos das tarifas nos diferentes segmentos atendidos passam a vigorar no dia primeiro de julho. A tarifa praticada às residências abastecidas com Gás Natural teve reajuste de 19,29% e aos comércios de 23,39%, na média. No setor industrial, o reajuste médio foi de 36,57%. No caso do GNV, a tarifa única chegará aos postos abastecidos em rede no valor de 2,7830 R$/m³.

Previdência

O presidente da Alesc, Mauro de Nadal (MDB), divulgou o calendário de tramitação da Reforma da Previdência. No dia 6 de junho será votada a admissibilidade na CCJ; no dia 7, haverá reunião das comissões afetas ao tema e aprovação do calendário de emendas. O dia 19 será o prazo final para apresentação de emendas; no dia 21 acontecerá uma audiência pública; no dia 28, a apresentação do relatório prévio; no dia 3 de agosto, a apresentação do relatório consolidado e, para fechar, no dia 4 de agosto a votação em plenário da Reforma.