Por: Coluna Pelo Estado por Ewaldo Willerding | 07/04/2021

Do colapso no sistema de Saúde à desativação do das enfermarias do Centro Avançado de Atendimento Covid-19 (CAAC), após alta de mais de 100 pacientes. O resultado prático do trabalho desenvolvido pelos trabalhadores da Saúde de Chapecó será apresentado nesta quarta-feira, 7, ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante visita à maior cidade do Oeste de Santa Catarina. “Estarei em Chapecó com o prefeito João Rodrigues, onde fez um trabalho excepcional no tocante a recursos dados pelo estado no atendimento, na ponta da linha, de quem precisava do tratamento. Uma obra fantástica. Um exemplo a ser seguido”, disse o chefe do Executivo nacional durante evento em Brasília no final de semana.

O aviso da vinda de Bolsonaro alavancou mais uma vez a discussão sobre a eficácia do tratamento precoce, que é anunciado pelo prefeito João Rodrigues (PSD) e exaltado pelo presidente da República desde o início da pandemia. “Naquele município, o médico tem liberdade total para trabalhar com o paciente. Por isso, os índices foram lá para baixo”, disse Bolsonaro. “Aqui em Chapecó nós adotamos todos os protocolos. O protocolo do tratamento precoce também foi adotado. Atenção prefeitos e governadores, não tenham medo. Abram suas portas, tratem seus pacientes com tudo aquilo que é possível. Pela ciência também, claro que sim. Mas permitam que os médicos que têm vontade de fazer o tratamento precoce façam. Dê apoio. Foi o que nós fizemos em Chapecó”, reforçou Rodrigues.

Mas Chapecó também adotou um decreto de restrições por 14 dias; o CAAC montado no Centro de Eventos, acabou de ser desativado após alta de 102 pacientes e 85 transferências. Mas a estrutura permanecerá lá. “Se precisar novamente é só ligar a luz e apertar um botão”, resume o prefeito.

SCGÁS, 21 anos

No dia 6 de abril de 2000, há exatos 21 anos, a SCGÁS iniciava a distribuição de Gás Natural em Santa Catarina. A Distribuidora foi fundada oficialmente em 1994, mas a construção da rede de distribuição no Estado iniciou em 1997. Três anos depois, no ano 2000, a SCGÁS conectou o primeiro cliente: a indústria Döhler, de Joinville. Desde então, a Companhia se desenvolveu junto com o estado catarinense e implantou mais de 1.260 km de rede e conectou 17 mil clientes diretos, atendendo de forma indireta quase 130 mil consumidores.

Logística

O Plano Nacional de Logística (PNL) 2035 será um dos destaques da reunião virtual conjunta da Câmara de Transporte e Logística da Federação e do Conselho de Infraestrutura, marcada para quarta-feira, 7, às 13h30, com transmissão pelo canal da Fiesc no YouTube.

O tema será abordado pelo diretor de planejamento do Ministério da Infraestrutura, Tito Livio Pereira Queiroz e Silva. Para o encontro também foi convidado o secretário de Mobilidade e Infraestrutura, Leodegar Tiscoski, para apresentar as ações e os desafios do órgão. O PNL é um documento que traz um diagnóstico da logística brasileira, considerando todos os modais de transporte.

Auxílio Emergencial

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Alesc admitiu a MP do governo do estado, para assegurar auxílio emergencial para microempreendedores individuais (MEI) e a micros e pequenos empreendedores. A decisão, tomada nesta terça-feira, 6, prevê auxiliar o setor no enfrentamento dos prejuízos financeiros causados pela pandemia. O relator do texto, deputado Miton Hobus (PSD), disse que o auxílio será em forma de subsídio integral da taxa de juros de operações de crédito realizadas pelo Badesc e BRDE.

Criança e Adolescente

A Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente foi instalada nesta terça-feira, 6, e seus membros elegeram, por unanimidade, a deputada Marlene Fengler (PSD) para a presidência e o deputado Sérgio Motta (Republicanos) para a vice. Entre os primeiros objetivos estão a realização de uma reunião com representantes do Executivo estadual, Ministério Público, Tribunal de Justiça, Polícia Civil, entre outros, para levantar informações do quadro de notificações de violência contra jovens e adolescentes durante a pandemia da Covid-19.