Por: Quirino Ribeiro | 17/03/2020

China acaba de anunciar o quase controle do Corona vírus. Depois de tocarem o terror e derreterem as bolsas, baixar o preço do petróleo, irão comprar mais barato.  Meta batida, como nos outros vírus de gripe produzidos por eles mesmos.

PRA QUEM NÃO ENTENDEU:

EUA e CHINA entram em guerra comercial. Surge um vírus na China, derruba a economia mundial valorizando o dólar. China vende seus títulos do tesouro americano. Estabiliza sua economia e o vírus é controlado. Já dizia Maquiavel “Os poderosos criam dificuldades pra vender facilidades”. Esta análise vai na mesma linha penso, mas eu sou cético nestas análises no calor da emoção. Apenas uma opinião e análise dos especialistas.

QUANDO TRUMP ANUNCIOU

A taxação dos produtos chineses, a economia chinesa começou a desacelerar. E foi um baque violento para a China. Algo tinha que ser feito! Houveram algumas negociações, mas nada de acordo. Então, tal qual um raio, recebemos a notícia da epidemia de corona vírus. Criam uma pandemia maligna. As imagens de pessoas desmaiando nas ruas, nas estações de trem, shoppings, sendo recolhidos aos montes por ambulâncias, fez com que se ligasse a chave do pânico na mente das pessoas ao redor do mundo.

A CHINA, CRIADORA DA PANDEMIA 

“Milagrosamente já se recuperou”, quase não tem mais casos de corona vírus. O mundo agora começa a sentir os efeitos e se apavorar com a doença. Quem se recuperou primeiro? A própria China! Parece-me que esse vírus, foi uma jogada do governo chinês, como resposta à perda da guerra comercial com os EUA. O objetivo: jogar o mundo em recessão!

NÃO TÁ CLARO O CENÁRIO?

Eles já estão crescendo! A China comprou quase tudo que desvalorizou nas bolsas pelo mundo. Com isso os chineses se tornaram donos das empresas globais que estão na China e sem que o dinheiro saia da China. Daqui a 3 meses o PIB deles vai explodir, aposto! (Afonso Pabst Neto!)

O ÊXITO CHINÊS

Na contenção da doença é visto pelo mundo com certo alívio, diante de sua rápida disseminação por vários continentes, agora principalmente na Europa. De uma população estimada de 1,5 bilhão de chineses, tivemos aproximadamente 4.000 mortes. Este número é assaz ridículo, se comparado com as mortes de gripe comum! Não há estudo anatomopatológico que sustente que estas vítimas morreram de Covid-19! A maioria já sofria de outras patologias que ajudaram no óbito. Mas a discussão médica não é meu objetivo é muito menos a minha competência.

AQUI NO BRASIL

Bem aqui em nosso quintal, temos uma ameaça real, macacos morrendo com febre amarela! Mas isto nem de longe, é a nossa preocupação, pois estamos mesmo preocupados com as notícias veiculadas na imprensa e redes sociais sobre o COVID-19.

PORTANTO, CAUTELA!

Elas incluem restrição de mobilidade dentro e entre as fronteiras; quarentena ou isolamento das pessoas que estão com os sintomas ou foram diagnosticadas com Covid-19; disseminação de medidas de higiene e proteção; e estruturação e organização do sistema hospitalar. No Brasil, especialistas acreditam que haverá uma explosão do número de casos nos próximos dias. Epidemiologistas já defendem adoção de medidas internas semelhantes às adotadas pelo país asiático, incluindo inibir a circulação de pessoas e as grandes aglomerações.

ESPERA-SE, CONTUDO

Que o Poder Público traga respostas e estratégias mais rápidas. Como alertam os especialistas, não é prudente esperar dados consolidados. É melhor observar a evolução da doença nos outros países e aprender com as medidas já adotadas.

“Quem sabe aonde quer chegar, escolhe o caminho certo e o jeito de caminhar”.