Por: Quirino Ribeiro | 21/09/2020

A participação política em tempos de crise no estado foi defendida pela Deputada Estadual Ada de Luca: “Prefeitos e vereadores são a base da democracia”. Neste momento de grave crise que Santa Catarina passa, nós precisamos de pessoas de bem, trabalhando em defesa do catarinense. Precisamos fazer política de forma séria, responsável, transparente e com competência. As convenções mostraram a força política partidária em todo o estado.

AULAS EM SC

O deputado Bruno Souza (Novo), afirmou durante a sessão do plenário na semana passada, que o governo do estado está condenando toda uma geração de crianças ao atraso quando proíbe o retorno das aulas em Santa Catarina. Disse ele: “Este é um país de hipócritas. Tudo abriu menos as escolas”. Para o parlamentar, é uma hipocrisia defender a reabertura de bares, shoppings, academias e do transporte, mas manter as escolas fechadas.

EM SUA ÁSPERA CRÍTICA

Bruno se referiu ao Secretário de Educação como um “exterminador do ensino e do ano letivo”. Apresentou a nova diretriz da OMS que recomenda o retorno imediato das aulas presenciais. “Não é o deputado Bruno afirmando, e sim a OMS. Chega dessa hipocrisia de dizermos que nos preocuparmos com educação apenas na hora de discutirmos aumento de salários e benefícios. Temos que nos preocupar com o futuro dessas crianças que estão não estão recebendo a educação adequada agora!”.

DEFENDEU A LIBERDADE DOS PAIS

De escolher o que é melhor para as suas famílias. “O que não quero é proibir os pais de fazerem a sua escolha. Temos que parar de condenar as crianças catarinenses ao atraso por conta da pressão de um grupo pequeno para que as aulas não voltem”.

RODADA DE NEGÓCIOS

A ACIC de Chapecó e a ADIBA de Buenos Aires aproxima empresas do Brasil e da Argentina concluíram as inscrições para uma rodada de negócios entre o Brasil e a Argentina. O público-alvo são empresas industriais e comerciais dos dois países. A data do evento ainda será agendada, de acordo com o número de inscritos.

AS ENTIDADES

Buscam maior aproximação entre as empresas dos dois países para gerar novos negócios e fortalecer os mercados. “Queremos dar continuidade a esse networking. A Argentina é um dos principais parceiros comerciais do Brasil e estabelecer esse contato é muito relevante. Além de gerar intercâmbio, oportunizar negócios que, no comércio exterior, geralmente são efetivados a médio e longo prazo”.

O BRASIL E SANTA CATARINA

São grandes exportadores e Chapecó se destaca com empresas que enviam produtos para países de todos os continentes. Porém, nem sempre são transações fáceis de entender para quem está iniciando nesse processo ou pretende começar. Na rodada de negócios, os participantes poderão compreender melhor o setor, fazer contatos e vislumbrarem opções para a retomada das atividades.

APESAR DO MERCADO INTERNACIONAL

Ter sofrido grandes impactos no atual cenário econômico, pode ser alternativa para as empresas catarinenses buscarem opções para superar a crise provocada pelo novo coronavírus.

A EXPORTAÇÃO

Pode aumentar a rentabilidade das empresas, melhorar o faturamento e contribuir para a comercialização de produtos sazonais. “A exportação é um processo complexo, pois envolve muitos trâmites e procedimentos legais, mas é possível desde que a empresa esteja preparada. Um dos nossos objetivos com o Núcleo da Associação Comercial e Industrial de Chapecó é contribuir para facilitar esse processo e abrir portas para as empresas. (Fonte: Acic)

“Nas próximas eleições, antes de colocar seu voto na urna, pense onde os políticos meteram os deles nos últimos quatro anos”. (Luis A R Branco).