Por: SC Portais | 05/02/2020

A SCGás vai investir entre 2020 e 2024 mais de R$ 410 milhões para atender 20 mil clientes em 16 novas cidades em várias regiões do Estado e implantar 432 quilômetros de rede de distribuição. Com estas ampliações, estima aumentar em 25% o volume de distribuição de gás natural. Entre os destaques do pacote de obras, estão a continuidade do projeto Serra Catarinense, o início do abastecimento da rede local em Lages e a construção de redes isoladas no Planalto Norte. Entre os novos municípios atendidos, 12 serão com rede (Agronômica, Canoinhas, Correia Pinto, Garuva, Guabiruba, Gravatal, Laurentino, Otacílio Costa, Palmeira, Ponte Alta, Três Barras, Trombudo Central) e quatro por meio do modal de Gás Natural Comprimido (GNC), em Passo de Torres, Mafra, Siderópolis e Capivari. No segmento de Gás Natural Veicular (GNV), a empresa vai promover a interligação de 26 novos postos nos próximos cinco anos, 20% a mais do que o número atual de 105 mil veículos. A companhia também prevê 127 novos clientes no segmento industrial, 275 no comercial e 19.593 no residencial. “É o maior pacote de obras da história da SCGÁS, reflexo da segurança regulatória do setor em Santa Catarina”, afirmou o presidente da Companhia, Willian Anderson Lehmkuhl, durante a entrega, nesta terça-feira (04), do Plano Plurianual de Negócios e do Pacote de Obras ao governo do Estado.

Crescimento da arrecadação

O Estado encerrou 2019 com R$ 29,02 bilhões de arrecadação tributária própria bruta, alta de 11,2% em relação ao ano anterior. O número considera os impostos estaduais, como ICMS, IPVA, ITCMD e outras receitas. Somente com o ICMS, a arrecadação bruta foi de R$ 23,7 bilhões, incremento de 11,2%. “O bom resultado se deve, principalmente, à retirada de diversos produtos da Substituição Tributária e a revisão de benefícios fiscais, bem como a intensificação de medidas no combate à sonegação”, explica o secretário da Fazenda (SEF), Paulo Eli. Em 2019, o governo deu sequência ao processo de desoneração da cadeia produtiva em Santa Catarina, revogando a cobrança de ICMS por Substituição Tributária (ST) de diversos produtos. Foram contemplados materiais de construção e elétricos, lâmpadas, reatores, tintas, vernizes e similares, artigos de papelaria e eletroeletrônicos, além dos vinhos e espumantes. A arrecadação do IPVA foi de R$ 1,93 bilhão, alta de 10,4%, e do ITCMD ficou em R$ 348 milhões, 19,1% a mais que no ano anterior.

 

“Pela terceira vez consecutiva, baixamos os preços da gasolina e diesel nas refinarias, mas os preços não diminuem nos postos por quê? Porque os governadores cobram, em média, 30% de ICMS sobre o valor médio cobrado nas bombas e atualizam apenas de 15 em 15 dias, prejudicando o consumidor”

Declaração do presidente Jair Bolsonaro no Facebook que desagradou 23 governadores que em nota sugeriram que, em vez do ICMS, Bolsonaro cortasse tributos federais sobre os combustíveis

 

Moisés na Alesc No retorno aos trabalhos da Alesc, durante a leitura da mensagem anual, o governador Carlos Moisés da Silva e a vice-governadora Daniela Reinehr forma vaiados pelos servidores que acompanharam a sessão das galerias, na terça-feira (4). Os manifestantes seguravam cartazes e gritavam palavras de ordem contra a proposta de reforma da Previdência, que está em tramitação. O protesto foi engrossado pelos praças militares que pedem reposição salarial.

Impeachment Na sessão plenária de quarta-feira (05), o presidente da Alesc, Julio Garcia, deve ler o pedido de impeachment do governador, da vice-governadora e do secretário de Administração Jorge Tasca por crime de responsabilidade. Garcia pode decidir pelo arquivamento do pedido ou pela instauração de uma comissão especial para analisar a representação apresentada pelo defensor público Ralf Zimmer Júnior durante o recesso.

#Não é Não A Bancada Feminina na Alesc protocolou oficialmente a representação na Comissão de Ética contra o deputado Jessé Lopes (PSL) que em janeiro criticou a ação do coletivo feminista “Não é Não”, afirmando que o assédio “massageia o ego” e é um “direito” da mulher. O pedido das deputadas é pela cassação do mandato, por quebra de decoro parlamentar.

Material escolar Pesquisa de Intenção de Compras para o período de volta às aulas, realizada pela Fecomércio-SC em sete cidades, aponta que a expectativa é de desembolso de R$ 325,61, valor 13,6% maior do que 2019 (R$ 286,53). Lages registrou a maior intenção de gastos, de R$ 371,12 e Chapecó a menor, de R$ 299,53.

Indústria automotiva O Senai-SC informou que estão abertas as inscrições para o Rota 2030 do Edital de Inovação para a Indústria para projetos voltados ao setor automotivo, que devem ter custo de R$ 2 a R$ 8 milhões