Por: Tadeu Costa | 27/01/2020

A torcida da Chapecoense é um show, fez bonito em Concórdia, sábado, no Domingos Machado de Lima. Essa turma da Barra da Chape, com o Jonas Marafon e cia, é sensacional. Aos poucos, com o pé no chão e muita humildade, a Chapecoense vai resgatando o carinho do seu torcedor apaixonado. O espaço destinado à torcida da Chapecoense, sábado, ficou lotado. Assim como lotou o espaço da torcida do Concórdia. Uma festa bonita no nosso clássico do Oeste. Isso faz bem para o nosso futebol. Chapecó e Concórdia são cidades irmãs no esporte. Parabéns, torcidas!

Seis Tijolinhos

*Em relação ao jogo, foi pegado como sempre foram os confrontos entre Chapecoense e Concórdia. Não faltou força de vontade e garra, por parte das duas equipes. No final, o resultado de empate acabou justo.

**O primeiro tempo começou mais a favor da Chapecoense, que obteve maior posse de bola e domínio até a primeira metade. Num dos lances de ataque, se não fosse furar em bola, Aylon poderia ter aberto o placar.

***Depois, especialmente com Alisson pela direita e Moises do outro lado, o Concórdia começou a levar perigo. Num cruzamento de Alisson, o atacante Tito perdeu grande chance, atrasando a bola para João Ricardo.

****O segundo tempo começou de forma semelhante ao primeiro. Porém, num erro de Tharlis tentando atacar, Alisson lhe roubou a bola e amou o contra-ataque com Moisés. Esse fez um vendaval na defesa da Chapecoense é marcou o gol do Galo.

*****A Chapecoense meio que sentiu o baque com o gol sofrido, mas não se abalou. Não demorou muito para armar jogada pela esquerda. Aylon recebeu a bola e foi quase ao fundo. Viu o goleiro Eder mal colocado e chutou por cobertura. Bonito gol de empate.

******Na sequência, Hemerson Maria colocou Yan Rolin e Diego Torres. A Chapecoense melhorou e teve pelo menos duas oportunidades para fazer o segundo gol. Só que Yan e Anselmo Ramon não foram perfeitos nas finalizações. Placar final: Um a um.

Positivo: Abraço ao Roberto Zanella e sua família Zanella Veículos. Ontem, recepcionou a Equipe Vang Esportes na sua bela residência, lá naquela maravilha que é o Villagos. Com certeza, outros momentos assim virão.

Negativo: Com certeza, com o andar dos jogos e do tempo ficará bom. Só que o campo do Domingos Machado de Lima não está como precisa para o futebol fluir como precisa. A bola sofre. Os jogadores muito mais.

Três Toques

1-Péssima atuação do Ari Moura. Longe daquilo que foi contra o Avaí.

2-Matheus Ribeiro fez só um cruzamento no jogo. Pouco para um ala.

3-Moises do Galo o melhor em campo. Deu um calorão na defesa da Chapecoense.