Por: Tadeu Costa | 13/05/2020

Nesta segunda-feira, dia 11 o presidente de honra do Truck Clube Chapecó (TCC), Valderi Lang (Mano), fez a entrega de R$ 40.360,29 para a Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, administradora do Hospital Regional do Oeste (HRO).

A iniciativa partiu dos próprios associados do clube, sensibilizados pelo trabalho de referência do hospital em relação a pandemia de COVID-19 e também da necessidade estatutária do TCC que está em processo final de dissolução, em que o valor em caixa precisava ser destinado a uma outra associação assistencial.

O valor foi transferido diretamente para a conta do HRO, sendo este o ato final do Truck Clube Chapecó, composto por mais de 40 associados do setor de transporte da região. O clube nasceu no ano de 2007 com objetivo da promoção de provas de arrancada de caminhões que aconteciam em área cedida pelo Automóvel Clube Chapecó, mais tarde o grupo decidiu não sediar mais as provas devido ao aumento de exigências da categoria.

Rogério Getúlio Delatorre, Presidente da diretoria executiva da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira disse estar satisfeito com a ação do TCC, segundo ele não se sabe até quando se terá que lutar contra o vírus, e o hospital depende diretamente desse tipo de ação para auxílio no trabalho com a pandemia.

Osmar Oliveira, diretor geral do HRO explicou que a contribuição do TCC será juntada com outro valor vindo de uma ação entre a instituição e a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) e será destinado para a compra de conjuntos de equipamentos compostos por respiradores, monitores e bombas de infusão com objetivo de equipar leitos de UTI.

Também esteve presente no ato o vice-presidente da Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira, Reinaldo Fernandes Lopes.

Valderi Lang, foi o escolhido pelos associados para proceder o desembaraço da documentação e entregar o valor final da conta do TCC para o HRO. “Se esse valor servir para salvar uma vida já terá valido a pena todo esforço, estando o clube extremamente satisfeito com o destino do valor. Não poderíamos ter escolhido melhor hora ou melhor destino para o valor”, finalizou Mano.