Por: Jornal Sul Brasil | 16/07/2020

Um sistema que utiliza tecnologia de ponta para a desinfecção dos mais variados tipos de espaços, como aviões e hospitais, passou a ser usado nesta semana pela Auto Viação Chapecó. Essa medida foi implantada pela concessionária do transporte coletivo urbano de forma complementar às ações de higienização que já eram adotadas diariamente em decorrência do coronavírus.

O sistema Ultrafog foi desenvolvido nos Estados Unidos e no Brasil possui laudo para prevenir o coronavírus emitido pela Universidade de Campinas (Unicamp). Utiliza nano gotas de solução desinfetante, produzidas através da agitação das moléculas. Com isso, o processo de desinfecção tem alto poder de dispersão, baixa umidade, grande penetrabilidade e alta eficiência. Em função do tamanho, no proceso as gotas comportam-se como gás, chocando-se e retornando, sem molhar a superfície, ou seja, como névoa. Além do coronavírus, o processo, que é bactericida, fungicida e virucida, combate outros vírus, como influenza, hepatite B, poliovírus e bactérias como salmonella e escherichia coli.

Além de ônibus, no setor de transportes a tecnologia é utilizada para a desinfecção de aviões, trens, navios, caminhões baú, graneleiros e contêineres. Também tem uso nas indústrias alimentícia e cosmética, em hospitais, edifícios e espaços confinados. Conforme o diretor de Negócios da Auto Viação Chapecó, João Carlos Scopel Filho, a iniciativa da empresa em adotar o processo não substitui as medidas anteriores mas amplia os cuidados para com os passageiros do transporte urbano. “A empresa está investindo pesado com tecnologia de ponta para a desinfecção dos ônibus e ampliação dos cuidados dentro dos serviços que realiza, especialmente neste momento de riscos do coronavírus”, afirma.

A desinfecção é realizada uma vez por dia em todos os ônibus, de forma que seja complementada a sanitização feita nos coletivos três vezes diariamente, ao final de cada turno. O desinfetante utilizado é totalmente solúvel em água. Não é tóxico ou corrosivo por via oral, inalação ou via dérmica, nem irrita os olhos e a pele. No sistema de desinfecção convencional, as partículas grandes e de formação imperfeita aderem às superfícies e molham o ambiente. Pelo sistema Ultrafog, ocorre a atomização ultrafina, mediante dispersão aleatória e a manutenção das superfícies secas.