Por: Jornal Sul Brasil | 26/04/2020

A autora Cristianne Fridman não pretende falar sobre o novo
coronavírus durante a retomada de gravações da novela “Amor Sem
Igual”, protagonizada por Day Mesquita e Rodrigo Sardão.

Em vez de abrir espaço para a pandemia da Covid-19 na trama, a
escritora seguirá exatamente do ponto em que parou, destacando as
tramas de Poderosa (Mesquita), Miguel (Sardão), Furacão (Dani Moreno),
Fernanda (Bárbara França), entre outros personagens.

Já Manuela Dias, responsável por “Amor de Mãe” na Globo, planeja
incluir a doença no roteiro, falar sobre uma possibilidade de pandemia,
quando as gravações forem reiniciadas, movimentando o ambientalista
Davi, vivido por Vladimir Brichta. Oficialmente, porém, a emissora não
comenta esse assunto.

E o mesmo vale para “Salve-se Quem Puder”, novela das sete, escrita por
Daniel Ortiz. Tudo vai depender de como a Globo ainda irá tratar o tema
em sua dramaturgia.

No momento em que ninguém sabe como e quando sairemos da pandemia,
introduzir o coronavírus nas novelas, sem uma abordagem cuidadosa,
também pode significar um tiro no pé. Afastar a audiência.

TV Tudo

Despertador

Os programas matinais têm se esforçado para colocar lives no ar. É a
moda, né! Ainda mais em tempos de confinamento. O grande problema,
segundo um produtor de TV, não são os cantores ou bandas. Todos querem
fazer. Só que a proposta acaba esbarrando no horário. Isso porque a
maioria não gosta de acordar cedo.

Dinheiro em caixa

A reprise de “Fina Estampa” no horário das 21h levou o pessoal que
trabalhou na novela a correr atrás da Globo. Foram dois os motivos: lá
atrás, a emissora já havia quitado uma possível reexibição no “Vale
a Pena Ver de Novo”. Mas a entrada em faixa nobre pegou a todos de
surpresa e gerou a dúvida.

Aguarde instruções

Aos roteiristas de “Fina Estampa”, no caso, a Globo esclareceu o
seguinte: um horário não tem nada a ver com o outro e todos irão
receber um aviso com a data de  pagamento em até 90 dias. O aviso
seguirá por correio ou e-mails cadastrados no RH da emissora.

Correta

Aliás, em matéria de pagamento de direitos, até mesmo aqueles com
chance zero de voltar, elogiam a Globo. Sempre muito correta com todos.
E, lamentavelmente, nem todas são assim.

O convite

“Aruanas” chega à Globo na próxima terça-feira, em substituição ao
“BBB”, e Camila Pitanga fala sobre como tudo começou, como foi parar no
projeto.

“Me lembro de estar viajando de férias com a minha filha e da Taís
Araújo, que foi a grande madrinha de Aruanas, me ligar e dizer: ‘Você
tem que fazer esse projeto. Leia hoje. Eu sei que você está viajando,
de férias, mas esse projeto é muito bacana. Eu estou de coração nele
e eu tenho certeza de que você vai estar também”’. “E foi exatamente
assim. Comecei a ler e fiquei apaixonada.”

TV paga

O SYFY, da NBCUniversal, decidiu prorrogar abertura de sinal até 10 de
maio. Diante do cenário atual de isolamento mundial, devido à pandemia
do novo Coronavírus, o canal decidiu esticar a ação e, durante esse
período, estará disponível em todos os pacotes das operadoras.

Ganhando espaço

A TNT vem buscando desde o início da quarentena alternativas para seu
público, tanto na TV quanto na internet. Aline Diniz,
recém-contratada, é uma das apostas. Ela comanda às terças e
quintas, às 11h, o “Expresso TNT”, uma espécie de café da manhã
virtual com famosos, via YouTube e Instagram. Tiago Abravanel, Leandro
Hassum e Karol Pinheiro foram alguns de seus convidados.

Humor na Globo

Devido ao coronavírus, a Globo deu férias para a maioria dos redatores
do “Zorra”.

Só alguns poucos continuam trabalhando no texto do programa, e num
ritmo muito lento. Duro desenvolver humor em um período como esse.

Humor no SBT

No SBT, os trabalhos de “A Praça é Nossa” só serão retomados depois
da crise. A equipe já tem dois programas inteiros escritos e, na volta,
haverá a necessidade de atualizar muita coisa. O humorístico não
conta mais com Paulinho Gogó.

Pós-crise

A equipe do “Aqui na Band” trabalha em novos quadros e alguns poderão
ser conferidos imediatamente após a pandemia. Veruska Boechat tem
prioridade na lista.

Correspondentes

A _TV Democracia_, projeto liderado por _Fábio_ Pannunzio no YouTube,
está com um time bem interessante de correspondentes internacionais.

Suíça – Jamil Chade; Itália – Gina Marques; França – Milton Blay;
EUA – Bruna Stilavet em NY e Cynthia Van de Kamp em Washington, e na
Espanha, Cassiana Caparelli.

Bate – Rebate

·       CNN Brasil deu férias de 30 dias para vários profissionais de
São Paulo, Rio e outras praças…

·       …Como o canal de notícias completou um mês no ar,
recentemente, isso poderia até chamar atenção…

·       …Acontece que tem gente trabalhando na CNN há mais de 1 ano.

·       “Operação de Risco”, programa da Rede TV!, fechou março em
terceiro lugar na Grande São Paulo…

·       …O policial ficou atrás de Globo e SBT, mas à frente da
Record.

·       “Aruanas”, produção da Globoplay que estreia na Globo,
segundo seus autores, foi pensada inicialmente para a televisão aberta.

·       Nunca houve uma conversa da Record para Marcos Mion comandar o
“Power Couple”…

·       …O objetivo é mesmo entregar o programa para Adriane
Galisteu, depois da pandemia.

·       Se antes o assinante já reclamava do festival de reprises na
TV paga, imagine agora?…

·       …Como se não bastasse, os canais Telecine, do Grupo Globo,
liberados pelas operadoras no começo da pandemia, voltaram ao “normal”.

C’est fini

Por causa de “Um Lugar ao Sol”, substituta de “Amor de Mãe”, Gabriel
Leone não poderá integrar o elenco do espetáculo “Névoa (From White
Plains)”, sob a direção de Lavínia Pannunzio. Rodrigo Pandolfo foi
chamado para a posição. O elenco também reúne Bruno Fagundes, Felipe
Ramos e Felipe Hintze. Tudo para depois da crise do coronavírus.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!