Por: Jornal Sul Brasil | 14/10/2020

A candidata a vereadora Alda Detofol do Partido dos Trabalhadores visitou o Diário SB nesta terça-feira dia 13, e foi recebida pelo diretor administrativo André Luiz Rosa. Alda é pedagoga, reside em Chapecó há 44 anos, atualmente no Distrito de Marechal Bormann, e trabalhou ativamente desde a juventude em causas comunitárias e políticas. Ela foi uma das fundadoras do Gapa Chapecó e do Fórum Catarinense e Municipal pelo fim da violência, atuou como Conselheira Municipal de Saúde para Crianças e Adolescentes, e como conselheira tutelar. Atuou ainda como coordenadora da comissão dos direitos da mulher e da família da Alesc, trabalhou como educadora e contribuiu efetivamente para a criação do ambulatório DST/AIDS, CTA, Hospital Dia, Conselho da Mulher, Delegacia da Mulher e no atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência.

Segundo Alda sua bandeira é em defesa dos direitos da mulher, homens, crianças e adolescentes e da comunidade LBTQIAA+. Ela reforça ainda estar na luta com os trabalhadores pelo direito a aposentadoria e direitos sociais e trabalhistas. Como suplente, em 2016 e em 2020 ela atuou por 60 dias na Câmara de Vereadores de Chapecó, ocasião em que apresentou 77 encaminhamentos, com 9 projetos de Lei.

Em sua fala ela enalteceu que suas propostas são nas mais diversas áreas, e que seu anseio de trabalhar como vereadora é pra mudar pontos que considera inadequados em uma administração e ajudar as pessoas.

Como meta Alda pretende defender a ampliação das redes do CRAS e CREAS e serviços de acolhimento, lutar pela criação do Centro Dia para pessoas idosas ou com deficiência, articular para ampliar a inserção de adolescente em programas educativos e profissionalizantes, atuar pelo atendimento em tempo integral no ensino fundamental e nas creches com horários estendidos, bem como lutar para que o município faça a adesão ao programa nacional para que as escolas tenham serviços de psicologia e serviço social.

Na área da saúde a candidata defende um atendimento mais humanizado, maior agilidade na realização de exames, e a implantação de um pronto atendimento na região do Palmital.

Na questão do emprego Alda defende a criação de cooperativas e associações para a comercialização de produtos artesanais em comunidades e bairros e propor a criação de uma política de geração de emprego.

Preocupada com a questão da saúde a candidata defende o incentivo ao consumo de produtos orgânicos, bem como a produção dos mesmos, e reitera querer lutar ainda por um centro de zoonoses para animais.

“Costumo dizer que nos 60 dias em que atuei como vereadora apresentei muitos projetos, e seguirei dessa forma, trabalhando me dedicando, para mudar a vida das pessoas. Se o recurso está disponível temos de usá-lo da melhor forma possível,” encerrou.

Divulgação/SB

Candidata visitou o Diário SB e foi recebida pelo diretor André Luiz Rosa