Por: Jornal Sul Brasil | 14/10/2020

A pandemia mudou planos, impôs mudanças e alterou a programação de todos em 2020, porém não deve afetar as tradicionais vendas do comércio no final do ano, principal data para o setor. Essa é a aposta da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Chapecó que preparou campanha especial para movimentar as lojas de forma segura e premiar os consumidores no município. A entidade lançou a campanha Natal Premiado, com a distribuição de R$ 100 mil em prêmios instantâneos. A cada R$ 100 em compras nas lojas participantes da campanha, o consumidor ganha um cupom para raspar e concorrer na hora a R$ 25, R$ 50, R$ 100 e R$ 500.

 

De acordo com o diretor executivo da CDL, Jeancarlo Zuanazzi, ao todo serão 1.319 cupons premiados e um milhão de unidades espalhadas nas lojas associadas e cadastradas na campanha. A promoção movimentará R$ 100 milhões em vendas no comércio local entre 15 de novembro e 25 de dezembro, período válido da promoção ou até enquanto durarem os cupons instantâneos.

 

Zuanazzi destaca que é a primeira vez que a CDL promove a campanha neste formato. “Nosso objetivo neste ano é não gerar aglomeração com o tradicional sorteio presencial de prêmios e ao mesmo tempo movimentar o comércio, especialmente os pequenos estabelecimentos, que foram os mais atingidos pela pandemia. Será um bônus para incentivar os consumidores a comprarem nas lojas da cidade e um diferencial para os lojistas explorarem na hora da venda”, sublinha.

 

O coordenador comercial da CDL, Maurício Duarte, explica que para participar da campanha, os lojistas precisam se cadastrar no site da entidade a partir desta quarta (14/10) até dia 5/11 e retirar os cupons na sede da CDL a partir do dia 15 de novembro. “Ao fazer a inscrição e retirar os tickets com prêmios instantâneos, cada associado também receberá um kit de comunicação para identificar a sua loja como participante da campanha. É importante que todos sigam esse passo a passo e não fiquem de fora da promoção que vai movimentar todo o setor em Chapecó”, ressalta Duarte.

 

Para o presidente da entidade, Clóvis Afonso Spohr, o formato inédito da campanha respeita as medidas preventivas impostas pela pandemia e estimula a valorização do comércio local. “Estamos sentindo uma melhora gradual nas vendas desde julho e o período de final de ano é a nossa grande aposta para recuperarmos as perdas e movimentarmos a economia local. A nossa promoção chega para somar com as já projetadas pelos empresários e representa o otimismo e a resiliência do comércio chapecoense”, grifa Spohr.

 

Casa do Papai Noel

 

Além da alteração no formato da campanha de Natal, neste ano não será possível montar a casa do Papai Noel na Praça Coronel Bertaso, conforme comunicado encaminhado pela Prefeitura à CDL. O evento tradicional realizado pela entidade reunia cerca de duas mil pessoas por dia, aglomeração proibida neste momento de pandemia