Por: Jornal Sul Brasil | 09/10/2020

A Chapecoense entrou em campo na tarde desta sexta-feira dia 9, no Orlando Scarpelli, para disputar contra o Figueirense partida válida pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo disputado em horário atípico foi de poucas emoções e acabou com o placar igual ao que prevaleceu na maioria do jogos entre as equipes catarinenses no histórico recente: o empate.  Com o ponto conquistado fora de casa, a Chapecoense mantém a sequência invicta e segue na vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com dois jogos a menos em relação ao líder Cuiabá.

A partida: 

A partida começou pouco movimentada, com as equipes se estudando muito, mantendo as marcações bem postadas e tendo dificuldade na criação de jogadas. Na bola parada, a Chape teve boa oportunidade aos 14, com Paulinho Moccelin mandando na área, a zaga afastando errado, Sidão falhando na saída e a bola morrendo dentro do gol. A arbitragem, no entanto, viu falta sobre o goleiro adversário e anulou a jogada. Aproveitando o gramado molhado, o Verdão também aproveitou para arriscar os chutes de longa distância, mas a bola de Aylon, aos 19, da intermediária, passou por cima da meta.

Logo nos primeiros minutos da etapa complementar, o técnico Umberto Louzer promoveu mudanças e deu um novo ritmo à equipe, que apresentou mudança de postura e foi em busca do resultado durante todo o tempo. Foram de Evandro – que ingressou na partida na parte final – as melhores oportunidades da Chape: a primeira aos 38, quando o meia recebeu de Lucas Tocantins na entrada da área e finalizou com muito perigo, mas viu a defesa mandando para escanteio; e a segunda aos 40, num chute de primeira e cheio de efeito para defesa difícil de Sidão.

Palavra do comandante:

Após a partida, o técnico Umberto Louzer valorizou a manutenção da sequência invicta e o ponto conquistado fora de casa. Ele também destacou a mudança de postura no time para o segundo tempo. “Fizemos um primeiro tempo abaixo do que a gente esperava, mas no segundo tempo mudamos a postura, mudamos a atitude, buscamos o gol do primeiro ao último minuto, criamos várias oportunidades, mas infelizmente não conseguimos o gol que nos daria a vitória”.

Próximo confronto: 

A Chapecoense volta a campo na próxima quarta-feira (14), novamente fora de casa, para disputar contra o CRB partida atrasada, válida pela 9ª rodada da Série B.

Por Alessandra Seidel