Por: Jornal Sul Brasil | 06/11/2020

Criada nos Estados Unidos na década de 1960, a Black Friday chegou ao Brasil em 2010 e vem crescendo desde então. A data já é considerada um dos principais eventos para o comércio varejista brasileiro e precede às vendas de Natal. O Pesquisas Sicom realizou levantamento com o objetivo de avaliar as expectativas dos consumidores e dos comerciantes chapecoenses com relação à Black Friday, que neste ano ocorrerá no próximo dia 27.

Conforme dados do levantamento, a previsão do gasto médio em Chapecó, pelos consumidores, é de R$ 1.499,64. Entre os entrevistados, 40% pretendem aproveitar as promoções da Black Friday, 33% não têm certeza se irão realizar alguma compra e 27% confirmaram que não irão consumir no período. Excluídos aqueles não irão consumir na Black Friday, 56,8% pretendem aproveitar as promoções pela internet e 43,2% pretendem ir até uma loja física.

Segundo dados divulgados pela área de pesquisa do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó, em relação aos produtos preferidos, a gama de eletrônicos aparece em primeiro com 17,54% das indicações. Já outros 12,28% dos consumidores pretendem comprar celulares, seguidos de TVs e climatizadores, ambos com 10,53% das indicações, enquanto as roupas e calçados ficaram com 8,77% das intenções de consumo. Das formas de pagamento, o cartão de crédito é o favorito a ser utilizado nessa data, com 63% das indicações, seguido do pagamento à vista em dinheiro, com 14,8%, e do cartão de débito, com 13,6%, e dos boletos e carnês com 7,4%.

Comerciantes e a Black Friday  

A pesquisa identificou também a expectativa dos comerciantes chapecoenses para as vendas relativas à Black Friday. Sobre o que esperam, 6% dos entrevistados têm expectativa de ótimas vendas, 54% estão esperando boas vendas, 22% acreditam que as vendas serão regulares, 2% acham que serão ruins e 16% não sabem o que esperar. A expectativa dos empresários e gerentes para esta Black Friday é de que as vendas aumentem em média 30,79% com relação ao movimento normal do mês.

Ao comparar com os resultados da Black Friday do ano passado, a maioria dos entrevistados – 38,8% – acredita que as vendas serão iguais. A expectativa é que, em média, as vendas deste ano sejam 8,79% melhores que as do ano passado. Além disso, para esta Black Friday, 72% dos estabelecimentos entrevistados estão preparando algum tipo de ação promocional, 8% não irão realizar nenhum tipo de promoção e 20% ainda não decidiram.

O levantamento do Sicom foi feito com 115 consumidores chapecoenses e 50 empresas do comércio, no período de 13 de outubro a 2 de novembro, por meio de ligações telefônicas com os comerciantes e de forma online com os consumidores.