Por: Jornal Sul Brasil | 03/10/2020

O clássico Gre-Nal 428 terminou empatado neste sábado. Com o resultado, o Tricolor aumentou sua invencibilidade para onze jogos sem derrotas contra seu maior rival. Os gols da partida foram marcados por Pepê para o Grêmio e Thiago Galhardo para o Internacional.

O primeiro tempo começou muito estudado, como todo grande clássico. A primeira chance de gol foi do Internacional em chegada de Thiago Galhardo pela esquerda que obrigou o goleiro Vanderlei a fazer grande defesa. Contudo, o assistente do árbitro confirmou que o atacante colorado estava em posição irregular na origem do lance. Após essa primeira chegada, o Grêmio aumentou seu volume de jogo no campo do adversário e passou a rondar a área do goleiro Marcelo Lomba.

O Tricolor respondeu aos 13 minutos com o atacante Diego Souza que, após cruzamento de Bruno Cortez, acertou um cabeceio no centro do gol onde estava posicionado o goleiro colorado. Aos 16 minutos foi a vez do Internacional arriscar contra o goleiro gremista. Em chegada pela direita, o lateral Heitor finalizou cruzado, mas a bola passou à direita da meta de Vanderlei.

Aos 26 minutos, o Grêmio chegou com velocidade em contra-ataque puxado pelo atacante Alisson, que lançou Diego Souza na ponta direita para que fizesse o cruzamento que buscava a infiltração de Pepê. A zaga rebateu a bola nos pés de Matheus Henrique, que finalizou com  força sobre a marcação para ganhar um escanteio para o Tricolor. Após a cobrança, o zagueiro David Braz conseguiu cabecear em meio aos zagueiros colorados, mas a bola passou à esquerda do gol de Lomba.

Aos 36 minutos, o Internacional chegou pela direita, em cruzamento de Boschilia que buscou o atacante Abel Hernández, mas o goleiro Vanderlei saiu bem do gol para afastar o perigo da área gremista. Na sequência, aos 38, a melhor chance do primeiro tempo apareceu dos pés do volante Lucas Silva, que acertou um belo chute de fora da área, obrigando o goleiro colorado a fazer grande defesa para escanteio.

O primeiro tempo foi encerrado aos 46 minutos após um clássico morno de muitas disputas e poucas chances de gol.

A segunda etapa do Gre-Nal 428 começou com uma falta do zagueiro Victor Cuesta, que acertou o rosto de Diego Souza em disputa aérea. O colorado tomou cartão amarelo pela falta. Na cobrança, o zagueiro David Braz cabeceou à direita da meta do goleiro do Internacional.

Empate no placar, empate nos cartões amarelos. Três minutos após o cartão para Cuesta foi a a vez do lateral Bruno Cortez tomar o primeiro cartão do jogo para o Tricolor por falta sobre Heitor.

O Grêmio foi pra cima e logo aos sete minutos de bola rolando, o atacante Pepê recebeu lançamento dentro da área e, com calma e talento, deu um toque por cima do goleiro Marcelo Lomba para marcar o primeiro gol do Gre-Nal 428. E que golaço de Pepê!

Com o resultado favorável, o Grêmio ganhou  confiança na partida e continuou pressionando o time rival. Em investida pela direita, o atacante Alisson finalizou cruzado para a defesa do goleiro colorado. Na sequência, o atacante foi substituído pelo meia Robinho.

Aos 20 minutos do segundo tempo, o Internacional chegou com perigo em finalização de Thiago Galhardo. A bola passou raspando a trave direita do goleiro Vanderlei.  Aos 22′ o Grêmio respondeu com jogada em velocidade pela esquerda. Em velocidade, o atacante Pepê cruzou rasteiro para o interior de pequena área, mas a zaga colorada afastou. Após a confirmação do escanteio, o árbitro Raphael Claus foi chamado pelo árbitro de vídeo para verificação da jogada. A imagem flagrou uma agressão do volante Damian Musto sobre o atacante Diego Souza. Após consulta do árbitro, o volante colorado foi expulso da partida.

Aos 29, o VAR voltou pro jogo com a mesma orientação do lance anterior. O árbitro Raphael Claus conferiu um toque de mão de Bruno Cortez reclamado pelo Internacional e assinalou a penalidade máxima. O atacante Thiago Galhardo, de perna direita, bateu no lado direito do goleiro Vanderlei que acertou o canto e chegou a tocar na bola antes de entrar. Empate na Arena.

Buscando maior ofensividade, o técnico Renato Portaluppi tirou o volante Darlan do jogo para a entrada do atacante Luiz Fernando. Aos 37, o lateral Bruno Cortez acabou escorregando no gramado antes de acertar o atleta colorado. O lateral, que já havia tomado cartão amarelo no jogo, acabou recebendo o segundo e, consequentemente, foi expulso da partida.

Aos 40 minutos, o técnico Renato Portaluppi  tirou Diego Souza e Lucas Silva para as entradas de Diogo Barbosa e Guilherme Azevedo. Aos 43 minutos, o atacante William Pottker finalizou cruzado para a defesa em dois tempos do goleiro gremista.

Após seis minutos de acréscimos indicados pelo árbitro Raphael Clauss, o placar não foi alterado e o clássico 428 terminou com igualdade no placar.

Com informações do Site do Grêmio