Por: Jornal Sul Brasil | 12/10/2020

Casado, pai de uma filha de 17 anos, o chapecoense de coração, Giovanni Balen é o candidato a vice-prefeito de Chapecó, com Cleiton Fossá, MDB, 15. Juntos, buscam trabalhar por uma cidade ainda melhor e que trilhe um caminho de crescimento, desenvolvimento, segurança, educação e saúde de qualidade.

Nascido em Porto Alegre, reside na terra de Condá, desde 1988. O corretor de seguros, 38 anos, sonha em contribuir para o bem-estar da população de Chapecó, para isso está constantemente se qualificando, adquirindo conhecimento e novos aprendizados. “Estou há 23 anos atuando no mesmo ramo, na área de seguros. Aprendi muito trabalhando diariamente com as pessoas. Agora eu busco a oportunidade de me dedicar aos cidadãos chapecoenses como vice-prefeito para ajudar resolver às várias demandas de nossa cidade”, projeta Balen.

Giovanni está concluindo a formação internacional em Gerência de Risco e Seguros, e tem no coração o desejo de viver em uma Chapecó ainda mais próspera. “Quero trabalhar e contribuir para que tenhamos mais desenvolvimento. Sinto-me realizado pessoal e profissionalmente. Acredito no dever de colaborar com conhecimento o crescimento da cidade em que vivemos, buscando torna-la referência em diversos outros aspectos”, afirma.

O candidato a vice-prefeito está comprometido pela primeira vez em uma campanha eleitoral, colocando o nome à disposição para aprovação da população e afirma que possui motivos bem definidos para isso. “Sempre exerci política me envolvendo em ações sociais, projetos comunitários e ajudando quem precisa. Nunca fui um político de fato. Decidi ser candidato por estar cansado das mesmas pessoas, que há anos ocupam cargos públicos, fazendo mesmices. Quero mudança, por isso tomei a decisão de fazer parte e não apenas esperar que algo aconteça”, esclarece.

Giovanni acredita que as pessoas precisam se envolver e conhecer política, não somente falar e discutir em época de eleição. “Ou as boas pessoas se envolvem com a política ou elas acabam assistindo de braços cruzados as coisas que são feitas. Eu não quero concordar com isso sem poder fazer nada a respeito. Quero fazer parte de um processo de novas práticas de administração, conduta e execução de projetos que beneficie os chapecoenses, com um olhar para cuidar do presente e futuro”, ressalta o candidato.

Para ele, um vice-prefeito não deve ser uma figura simbólica, ou como ele define um “fantoche”. O candidato acredita que o vice-prefeito tem a responsabilidade de servir a população e trabalhar junto com o prefeito pelo bem do município. “Eu e o Cleiton conhecemos muito bem a classe trabalhadora, empresarial, a rotina de uma empresa e as necessidades do cidadão. A primeira ação a ser tomada é desburocratizar o serviço público, o cidadão não pode passar por um processo desgastante para obter uma resposta de suas necessidades junto ao poder público. É inadmissível que uma pessoa tenha que passar por três ou quatro setores para ter seu problema resolvido. Um empreendedor não pode aguardar um longo tempo por um alvará. Precisamos resolver com agilidade. O enxugamento da máquina pública é prioridade, o empreendedorismo político é totalmente necessário. Chapecó tem que ser uma cidade inclusiva, deve ser um bom lugar para se viver, e isso para todos” enfatiza.

Outro ponto importante destacado por Balen, é que tanto ele quanto Cleiton não dependem da política para sobrevivência, já que ambos tem suas profissões e vida profissional estabilizada. “Estamos na política para fazer a diferença, promover mudanças e trabalhar pelos cidadãos de Chapecó. Entramos na política por propósito e não por benefícios. Nosso objetivo é a dedicação à sociedade. A Prefeitura terá às portas abertas para a população, estaremos disponíveis e iremos às ruas conhecer às necessidades de cada comunidade”, assegura Balen.

Sobre as ações imediatas, Giovanni Balen reforça que o corte de cargos comissionados, trabalhando somente com o necessário, será prioridade. “Reduziremos de 250 para 70 cargos, serão mantidas somente as funções realmente necessárias. Não temos uma coligação, estamos encarando o pleito com chapa pura, não existirão favores políticos e acomodação de pessoas em cargos públicos. Teremos um prefeito e um vice atuantes, despacharemos juntos as demandas do município. Eu trabalharei também na unidade do Efapi, dando suporte à comunidade e fazendo com que percebam que o gabinete estará de portas abertas e as pessoas serão ouvidas e atendidas”, informa Giovanni.

Ainda, destaca outras metas para a cidade de Chapecó. “Nosso plano de governo é amplo e abrange todos os setores da sociedade chapecoense. Mas, algumas metas que temos e que posso aqui enfatizar são necessidades bem evidentes dos cidadãos. Por exemplo: zerar a fila por vagas em creches e da saúde. São mais de 50 mil pessoas aguardando algum tipo de atendimento médico. O CEIM do bairro Efapi e a criação do parque multiuso – um local de lazer, recreação e prática de atividades físicas. Temos diversos projetos e pedimos o apoio de cada eleitor para que acredite junto conosco que Chapecó pode viver um novo tempo e virar a página. Convido a todos para que acompanhem também as nossas redes sociais, lá temos todas as nossas propostas, ações, plano de governo e uma linha direta e aberta de contato com cada cidadão”, finaliza o candidato a vice-prefeito do MDB, Giovanni Balen.