Por: Jornal Sul Brasil | 25/08/2020

O aniversário da Capital do Oeste é marcado por uma história de muito trabalho, dedicação, união e conquistas. Desde a fundação do município, a economia baseia-se na forte produção agrícola, no avançado parque industrial, no desenvolvimento do setor varejista e nos empreendimentos.

Para potencializar o setor econômico e promover melhor qualidade de vida, consolidou-se como uma sociedade cooperativista, com ênfase no ramo de crédito. Nesse contexto, o propósito das instituições financeiras é melhorar a competitividade e beneficiar a comunidade, gerando emprego e agregando renda para as famílias.

Promovendo a inclusão financeira, as cooperativas de crédito foram instrumentos indispensáveis para a expansão econômica no sul do País. O aperfeiçoamento na gestão e no controle dos sistemas de cooperação contribuiu para mantê-las com alta credibilidade. Outro fator que facilitou o crescimento do ramo foi a evolução para o sistema de cooperativas de crédito de livre admissão, implementando modelos de negócios que intensificaram a relação de parceria com os seus cooperados.

A Sicredi Região da Produção RS/SC/MG, em 1983, era a Cooperativa de Crédito Rural de Sarandi (Credisal). Foi uma entre as instituições financeiras fundadas nesse modelo, com o objetivo de impulsionar o agronegócio. A cooperativa foi criada por 26 agricultores, em Sarandi (RS), para auxiliar na organização econômica dos associados, fomentar a agricultura familiar e desenvolver pequenas e médias propriedades. Atualmente, oferece diversas soluções financeiras para pessoas físicas e jurídicas do campo e da cidade.

Em 2005, expandiu sua atuação para o Estado de Santa Catarina, com a abertura da sua primeira agência no acolhedor município de Chapecó. Hoje, já conta com 6 agências, que atendem a mais de 20 mil associados locais: Centro Chapecó, Empresarial, Palmital, Bairro Efapi, Santa Maria e Passo dos Fortes.

O presidente da Sicredi Região da Produção, Saul João Rovadoscki, explica que esse crescimento se deu devido ao apoio da comunidade, que percebeu na prática o propósito da cooperativa: agregar renda e melhorar a qualidade de vida das pessoas e da comunidade.

“Uma das vocações do município é a fortalecimento do cooperativismo, tornando Chapecó referência em inovação, tecnologia e geração de empregos. Ao comemorar os seus 103 anos, sentimos orgulho de fazer parte e contribuir com esta bela história. Nossa cooperativa funciona como instrumento de apoio ao desenvolvimento local. Os recursos captados são investidos no município e fomentam a nossa missão. Durante nossa caminhada tivemos muitos desafios e conquistas que servem de estímulo para nos desenvolvermos cada vez mais”, afirmou Rovadoscki.

Além de participar da vida financeira dos associados, o Sicredi tem se diferenciado no mercado ainda mais em virtude do seu olhar para a construção de um novo modelo econômico, com atenção e interesse genuíno no seu quadro social, a fim de entender as necessidades dos associados para atendê-los da melhor maneira, levando-os em consideração enquanto processos, e não apenas recursos a serem extraídos.

Nesse sentido, tem desenvolvido diversos programas sociais e ações mobilizadoras e inspiradoras junto à comunidade, inclusive, de apoio ao comércio local durante a pandemia. Para saber mais, acompanhe nas redes sociais @sicrediregiaodaproducao.