Por: Jornal Sul Brasil | 1 mês atrás

Valorização na participação do cooperado, satisfação do cliente, ética, honestidade, desenvolvimento de pessoas, governança e transparência são as convicções que regem a atuação da Unimed Chapecó. Aliados a este posicionamento como cooperativa do ramo de saúde, estão os princípios do cooperativismo: adesão voluntária; gestão democrática; participação econômica dos membros; autonomia e independência; educação, formação e informação; intercooperação e interesse pela comunidade. Esses conceitos são evidenciados com a passagem do Dia Internacional do Cooperativismo e do Dia de Cooperar (Dia C) celebrados no sábado dia 4.

“A cooperativa médica de Chapecó foi a primeira Unimed do Estado a ser certificada pela Agência Nacional de Saúde (ANS) como referência no plano de saúde e também foi a primeira a ser recertificada no nível máximo, no ano passado, e recentemente o Hospital Unimed Chapecó conquistou o maior nível de um dos programas de acreditação em saúde mais exigentes do mundo – QMentum Internacional Diamond. Isso é possível porque priorizamos e valorizamos nossos cooperados, nossas equipes e nossos clientes”, enfatiza o presidente da Unimed Chapecó e médico do trabalho, Dr. José Pegoraro Foresti.

Contribuição na comunidade

Segundo o diretor de marketing e relacionamento da Unimed Chapecó e cirurgião torácico Dr. Rovani Camargo, no sistema cooperativista todos que fazem parte da cooperativa são beneficiados e solidários com seu desempenho, além de contribuírem com ações sociais e ambientais. “Além da preocupação com a excelência no serviço prestado, o cooperativismo mantém o engajamento com a comunidade, incentivando seu desenvolvimento. Então, ao abordar o crescimento de uma cooperativa há uma inquietação de promovê-lo como um todo, ou seja, impactar os moradores do seu entorno”, analisa.

A Unimed Chapecó, de acordo com Dr. Rovani, ampliou nos últimos anos os serviços de alta complexidade disponibilizados na região oeste de Santa Catarina, sudoeste do Paraná e oeste do Rio Grande do Sul. “Realizamos procedimentos inéditos como implante de chip cardíaco e de estimulador cerebral profundo (deep brain stimulation). Então, agregamos em complexidade, contribuímos com o desenvolvimento da região e atraímos médicos que vislumbram oportunidades para exercer uma medicina de ponta. Também ampliamos o escopo de atuação do médico na saúde do Estado, o que tem beneficiado os moradores desta macrorregião”.

Progresso

A Unimed Chapecó foi constituída em 20 de fevereiro de 1992, com 86 médicos sócios-fundadores de diferentes especialidades e abrangência em nove municípios do oeste catarinense. Atualmente possui mais de 50 mil beneficiários assistidos pelo plano de saúde, disponibiliza 316 médicos cooperados e conta com um moderno hospital equipado com as mais atuais tecnologias.

O gerente corporativo Evaldo Soares Rodrigues atua na cooperativa médica há 20 anos e relata que é muito gratificante participar do crescimento da Unimed Chapecó. “Percebemos uma intensa evolução neste século XXI, com geração de trabalho e renda, aprimoramento dos procedimentos e serviços e qualificação dos profissionais. O cooperativismo proporcionou esse desenvolvimento coletivo, pois com união temos força para buscar atingir os objetivos”, argumenta.

Evaldo relembra que antigamente os beneficiários da cooperativa médica precisavam buscar atendimento em outras cidades, cenário que se inverteu completamente após os investimentos nos serviços e na estrutura de saúde. Agora, os pacientes precisam vir de fora até Chapecó para realizar certos procedimentos. “A Unimed Chapecó precisa crescer e manter seu desenvolvimento sustentável. Baseado nisso disponibiliza a seus colaboradores oportunidades de aprimoramento e crescimento profissional. Eu sou exemplo disso e vi muitas pessoas na mesma situação”, comenta.