Por: Jornal Sul Brasil | 06/10/2020

 A cidade de Chapecó voltou a apresentar saldo positivo no número de empregos no mês de agosto, a exemplo dos meses de junho e julho, confirmando o processo de recuperação econômica. Os dados foram coletados nos registros do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia, pela área de pesquisa do Sindicato do Comércio da Região de Chapecó (Pesquisas Sicom).

De acordo com o levantamento, em agosto todos os setores econômicos de Chapecó apresentaram saldo positivo no número de empregos, gerando 553 novas vagas, com o total de 3.357 admissões e 2.804 demissões. Esse crescimento foi de 125% com relação ao mês de julho, quando Chapecó teve o saldo de 246 novas vagas.

O setor do comércio teve o saldo positivo de 79 novos empregos, com 803 admissões e 724 desligamentos e fecha o mês de agosto com o total de 18.741 empregos formais no município, uma variação positiva de 0,42%. Conforme o Pesquisas Sicom, o crescimento no número de empregos do setor no mês de agosto foi menor que o de julho, mas consolidou o terceiro mês consecutivo com saldo positivo.

Quanto às demais áreas, o setor de serviços foi quem apresentou maior saldo positivo, com 192 novos empregos gerados, ao contrário do mês de julho quando teve saldo negativo de 253 empregos. O setor de indústria é o segundo em número de novas vagas, com a diferença positiva de 170, seguido pela construção, com 92 novas vagas. A agropecuária teve saldo de 20 novos empregos formais. 

Entre os demais 24 municípios da área de abrangência do Sicom, além de Chapecó os principais saldos foram identificados em três cidades. São elas: Pinhalzinho com 207 novas vagas; Quilombo com 130; e Xaxim com 93. No total dos municípios de abrangência do Sicom, o saldo foi de 1.289 novas vagas de empregos em agosto.