Por: Jornal Sul Brasil | 23/07/2020

A Delegacia de Repressão a Roubos e furtos de Chapecó – DRF/FRON, com apoio da Polícia Militar, prendeu, preventivamente, nesta manhã do dia 23 de julho de 2020, um homem de 25 anos, responsável pela prática dos crimes de roubo circunstanciado (majorado) pelo emprego de arma de fogo, concurso de pessoas e restrição da liberdade da vítima, ocorrido no dia 2 de julho de 2020.

Na data por volta das 18:00 horas, dois indivíduos renderam um casal e a respectiva filha, quando entravam na residência, localizada na saída para cidade de Seara. Os suspeitos, utilizando um revólver calibre 38 é um simulacro de pistola, ameaçaram as vítimas, durante 2 horas, exigindo dinheiro e armas

Na oportunidade, os investigados subtraíram mediante violência a quantia de R$15.000,00 em dinheiro, objetos pessoas das vítimas e um veículo. Cientificado dos fatos, a autoridade policial instaurou inquérito policial e determinou a realização de diligências, a fim de apurar a autoria delitiva.

Um dia após o crime, foi localizado, no veículo da mãe de um suspeito, roupas das vitimas e o simulacro de arma utilizado para prática criminosa. As vítimas, intimadas para comparecer à Delegacia de Polícia, reconheceram os objetos.

No depoimento, foi apresenta as vítimas a fotografia do suspeito e do áudio contendo a voz do investigado, oportunidade em que todos os ofendidos, sem qualquer dúvida, reconheceram o suspeito com o responsável pelo crime.

Dando continuidade as diligências, a Polícia Civil conseguiu recuperar um telefone celular da vítima, com um dos suspeito, que não soube explicar a origem do aparelho.

Novamente, as vítimas compareceram à delegacia de polícia Civil e reconheceram a imagem e voz do outro suspeito, companheiro de crime do primeiro. O veículo foi encontrado 11 dias, após o fato criminoso.

Diante dos elementos de prova, a autoridade policial representou pela prisão preventiva dos suspeito, medida cautelar que foi deferida pelo Poder Judiciário. O primeiro suspeito foi preso, no bairro expoente, sendo encaminhado ao presídio pela Polícia Militar. O segundo suspeito também foi detido e encaminhado ao presídio. O inquérito policial será finalizado no prazo de até 10 dias.