Por: Jornal Sul Brasil | 1 mês atrás

Governar em sintonia com o setor produtivo. Essa foi a proposta do candidato a prefeito da coligação “Chapecó Acima de Tudo” (PSD, PP, PSC, PROS, PL, Republicanos e DEM), apresentada nesta segunda-feira, no Centro Empresarial de Chapecó.

“Quando a empresa vai bem o trabalhador vai bem. Também vamos reduzir os cargos comissionados de 250 para 150 e reduzir custos com manutenção de veículos, leiloando máquinas velhas e terceirizando serviços”, disse João.

Ele foi o sexto candidato a ser ouvido pelas lideranças empresariais, que também apresentou uma pauta de demandas.

Entre elas a melhoria da mobilidade urbana e do parque de Exposições Tancredo Neves.

“Vou chamar um especialista em trânsito mas já adianto que vou licitar o elevado da rótula da bandeira, além de uma perimetral da SC-283 até o distrito de Marechal Bormann. No parque da Efapi vou construir uma arena multiuso para a prática de esportes e que também sirva para  feiras como a Mercoagro. E vamos realizar a maior Efapi de todos os tempos”, disse o candidato.

Questionado sobre o contorno Leste, João Rodrigues disse a obra, mais as indenizações, custaria mais de R$ 200 milhões.

“É mais viável construir uma via de acesso em parceria com os loteadores. Temos que ser criativos para usar bem os recursos”, explicou o candidato.

Ele também pretende desburocratizar processos que estão emperrando investimentos no setor imobiliário que chegam próximo de R$ 2 bilhões.

“Vamos rever regras, conversar com o Ministério Público e copiar o que funciona em outras cidades. Coragem para fazer eu tenho”, disse João Rodrigues.

Ele também pretende acatar a sugestão de criar um instituto de planejamento para a cidade. E vai fazer as licitações com transmissão ao vivo, para dar mais transparência ao processo.