Por: Jornal Sul Brasil | 14/09/2020

Em uma transmissão ao vivo na última semana João Rodrigues anunciou seu nome como pré-candidato a Prefeitura de Chapecó pelo Partido Social Democrático (PSD). Na live ele agradeceu a todos que fizeram parte de sua trajetória e enalteceu sua carreira como radialista, apresentador de televisão, deputado estadual, deputado federal e prefeito.

Em um dos momentos  da conversa online João comentou sobre o sonho de trabalhar pelo povo, iniciado em 1999 como vice-prefeito de Pinhalzinho, se transformou em pesadelo. Uma única assinatura para compra de uma máquina agrícola, destinada à ajuda dos produtores rurais do município, o levou para a cadeia por sete meses.

“Vivi um inferno! E o pior, sem ter feito nada de errado. Mesmo assim, tenho orgulho pelas manifestações que recebi de autoridades políticas de toda Santa Catarina e do Brasil em tom unânime: ‘Isso é uma injustiça!’. O problema é que, todos os dias, muitos sofrem injustiça ao ser maltratado pelo patrão, por exemplo, ou ao cortar uma árvore desconhecendo as leis”, enfatizou o pré-candidato.

João reconhece o quanto aprendeu nesse período. “Amigos considerados verdadeiros viram as costas nos momentos de dificuldade. Aqueles que cresceram ao teu lado, também. Quem passa por isso, não pode deixar que ‘joguem uma pá de cal’ em cima de nossa história”, refletiu.

A convenção do PSD e partidos coligados acontece nesta quarta-feira dia 16,  às 19h, com transmissão ao vivo pelas redes sociais do pré-candidato e PSD.

“Coragem, discernimento, respeito pelo povo e foco é o que precisa um bom gestor público. Estou pronto para mais um combate. Na próxima quarta-feira dia 16, a convenção dos partidos coligados deve formalizar ou não a candidatura. Ninguém nos derruba, somos tementes apenas a Deus. E que Ele nos dê a oportunidade de olhar por esta cidade gigante. Aos demais, gratidão!”, confiou Rodrigues.