Por: Jornal Sul Brasil | 15/07/2020

A vereadora Marcilei Vignatti (PSB) visitou o Jornal Diário SB nesta terça-feira dia 14, e foi recebida pelo diretor administrativo do Jornal André Luiz Rosa, pela diretora financeira Ivone Miotti e pela editora-chefe Juliana Stela Schneider. Em sua visita a vereadora expôs o seu trabalho ao longo do seu mandato e comentou sobre a importância de prestar contas a comunidade.

Em seu material a vereadora defende ter sido referência na defesa e na igualdade de oportunidades para as mulheres chapecoenses. Enfatizou ainda o apoio á qualificação, autonomia e empoderamento da mulher, com projetos de lei que objetivaram a proteção e a luta pelo fim da violência contra a mulher.

Pedagoga, mestre e doutora, Marcilei enaltece em seu material a importância da educação e salientou seu trabalho de apoio a UFSS e ao IFSC, bem como o trabalho para conseguir investimentos nas escolas.

A vereadora que é doutora em Geografia e mestre em planejamento e gestão ambiental, destacou ainda a importância de planejar o crescimento da cidade e ofertar obras de infraestrutura que melhoram a vida das pessoas. Citou a importância do contorno viário leste, a modernização do aeroporto, bem como a necessidade de ofertar um transporte coletivo de qualidade.

Na mobilidade urbana a vereadora destaca a necessidade do sistema binário, a criação de novos terminais de passageiros, a criação de ciclovias e ciclofaixas, as faixas exclusivas para ônibus e o fechamento de cruzamentos e redução de conversões com o objetivo de dar vazão ao tráfego.

O trabalho da regularização da moradia, mais infraestrutura para os bairros, mais segurança pública, os problemas com o abastecimento de água e a falta de coleta de esgoto bem como o tratamento de resíduos, também foram alvo de discussões e proposições feitas durante o mandato, assim como a luta pela causa animal e o apoio as feiras de artesanato. Na saúde destaca a pressão imposta para conclusão e reforma dos postos de saúde, e a conquista e emendas.

Em quatro anos a vereadora destaca que foram feitas mais de 500 proposições, 143 moções, 185 requerimentos, 19 projetos, 20 eventos propostos e 139 indicações.

Em sua fala final, a vereadora comentou a importância do debate, e de fazer a política descente, livre de ideologias partidárias, e amplamente debatida com a população. “Não podemos ter extremismos na política, temos que dar importância ao diálogo, ao debate, não queremos mais nem a velha e nem a nova política, mas sim a boa política, feita por pessoas de bem para o benefício de todos. Temos que avaliar as pessoas, o seu comportamento ético e o seu trabalho. Como pré-candidata a vereadora, me sinto preparada para disputar a reeleição” concluiu.