Por: Jornal Sul Brasil | 05/08/2020

Programa de Pós-Graduação em Ciências Biomédicas (PPGCB), da UFFS – Campus Chapecó, aprovado pela Capes em dezembro de 2019, teve publicado seu primeiro edital de processo seletivo. Esse é o primeiro mestrado da área de Medicina II da região Oeste catarinense e o segundo de Santa Catarina oferecido em instituições públicas.

O PPGCB tem duas linhas de pesquisa: Estresse Oxidativo, Inflamação e Sistema Purinérgico; e Diagnóstico, Inovação e Intervenções Terapêuticas em Saúde. Conforme a coordenadora do PPGCB, professora Débora Tavares de Resende e Silva, as linhas são convergentes às pesquisas e à atuação dos docentes.

O programa conta com 13 professores permanentes, todos doutores. Conforme a coordenadora adjunta do PPGCB, Margarete Dulce Bagatini, os docentes têm boa produtividade, “o que influenciou muito na aprovação do programa pela Capes, além de não haver outro programa de pós-graduação público na área, na região”.

A professora Margarete ainda ressalta a importância das pesquisas na área das Ciências Biomédicas, citando o exemplo da pandemia. “Em um momento como o nosso, de pandemia, a que você vai recorrer? Recorrer às pesquisas. E estamos percebendo que a maioria das pesquisas são de instituições públicas, então mostra ainda mais a importância de termos um mestrado, justamente buscando desenvolver a região, levar mais conhecimento aos profissionais das áreas da saúde e formar professores que atuam mas não têm formação de mestrado ou doutorado”.

No PPGCB, as pesquisas serão tanto na área básica quanto na aplicada, conforme a professora Débora. “Visamos aumentar a base de conhecimento científico na pesquisa básica, mas também temos uma linha de pesquisa de atuação com a pesquisa aplicada, relacionando com diagnósticos, intervenções terapêuticas, com essa parte dirigida à solução de problemas de saúde”, ressalta ela.

O grupo pesquisa várias áreas, desde as relacionadas aos cânceres – os mais diversos, como de mama, melanoma – com investigações de substâncias que possam atuar nos tumores ou medidas que possam melhorar a qualidade de vida desses pacientes, como é o caso do exercício físico e pesquisas relacionados a doenças mentais.

“Nossas pesquisas tratam de diversas doenças (agudas, crônicas, infecciosas, ligadas ao sistema purinérgico, estresse oxidativo) e medidas terapêuticas que podem beneficiar os pacientes. Atuamos tanto com medidas farmacológicas (compostos sintéticos, naturais) como medidas não farmacológica (como exercícios físicos e práticas de terapias complementares – PICs)”, explica a professora Margarete.

Edital do Processo Seletivo

O prazo de inscrições aos interessados, de acordo com o Edital nº 421/GR/UFFS/2020, é até o dia 13 de setembro.

São oferecidas 15 vagas. As inscrições devem ser feitas online e os candidatos devem anexar os seguintes documentos:

I – formulário de inscrição, conforme Anexo I do edital, devidamente preenchido e assinado ;

II – cópia simples do documento de identidade e do CPF, ou passaporte para estrangeiros;

III – cópia simples do diploma de curso superior de graduação, frente e verso, reconhecido pelo MEC, ou do certificado de conclusão de curso superior, ou declaração de Instituição de Ensino Superior de que o candidato concluirá o curso de graduação até o ato de matrícula;

IV – cópia simples do Histórico Escolar de graduação;

V – Curriculum vitae. Enviar cópia simples do currículo, com os documentos comprobatórios. Deverão ser escaneados e enviados via e-mail somente os documentos conforme planilha de pontuação do Anexo II, assim como a planilha assinada;

VI – projeto de pesquisa, de acordo com o item, Anexo III.

O Processo Seletivo terá duas etapas. A primeira será a análise do Curriculum vitae; já a segunda, a apresentação do pré-projeto e a arguição.

A previsão, de acordo com o cronograma constante no edital, é que o resultado saia a partir do dia 30 de setembro. Mais informações podem ser obtidas em www.uffs.edu.br, no link Pós-Graduação.