Por: Jornal Sul Brasil | 20/04/2020

Com o objetivo de minimizar os impactos da Covid-19 na agricultura, o presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC), Luiz Vicente Suzin, participou, juntamente com outras entidades, de videoconferência com a Ministra da Agricultura Tereza Cristina da Costa Dias (Tereza Cristina), realizada na última semana. Na ocasião, Suzin solicitou a antecipação do Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2020/2021.

Mesmo que, isoladamente, a antecipação do PAP 2020/2021 não resolva todos os problemas na economia relacionados à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), Suzin acredita que a antecipação de recursos no sistema financeiro permitirá que a agricultura continue funcionando, diminuindo potencial risco futuro de desabastecimento. Além disso, a antecipação garante a disponibilidade de recursos para que os produtores possam fazer o melhor planejamento.

O PAP, normalmente, é informado ao público no início de julho de cada ano, e direciona uma gama de recursos para o fomento e a manutenção da atividade agrícola. Para 2020/2021, as cooperativas catarinenses solicitaram R$ 1,076 bilhão para investimentos, R$ 920 milhões para custeio e R$ 710 milhões para capital de giro e comercialização.

Fonte: OCESC