Por: Jornal Sul Brasil | 14/05/2020

A Delegacia de Repressão a Roubos e furtos de Chapecó – DRF/FRON, prendeu em flagrante, na tarde desta quarta-feira, dia 13 de maio, suspeito de receptar, habitualmente, diversos objetos provenientes de crimes patrimoniais, recuperando, na oportunidade, bens avaliados em mais de R$5.000,00 (cinco mil reais).

Na noite de ontem, dia 12 de maio, um Policial Civil lotado na Central de Plantão Policial, recebeu informações à respeito de um suspeito que estaria receptado objetos, provenientes de furto, na cidade de Chapecó.

O agente público encaminhou a informação, imediatamente ao setor de investigação criminal da Delegacia de Repressão a Roubos e furtos de Chapecó, repassado à localidade do imóvel.

Na quarta, os Policiais Civis, em companhia do Delegado de Polícia, comparecerem ao local e para a surpresa dos Policiais, tratava-se do mesmo suspeito e mesma residência, na qual, semana passada, foi apreendido um notebook, também receptado.

Informado ao suspeito a razão do diligência policial, o investigado permitiu a entrada dos policiais e apontou o local onde teria escondido aparelho de televisão, rodas de veículo, celular e demais objetos.

Diante dos fatos, foi dado voz de prisão ao suspeito que foi conduzido para a Delegacia Especializada, sendo, então, lavrado Auto de Prisão em Flagrante pelo crime de receptação, infração penal prevista no Art. 180, caput, do Código Penal, cuja pena privativa de liberdade pode chegar a quatro anos de reclusão.

O suspeito já foi indiciado pelo crime supracitado e o procedimento encaminhado ao Poder Judiciário. A Polícia Civil reitera que a conduta de adquirir produtos provenientes de infrações penais também é crime. As vítimas serão intimadas para retirarem os bens da unidade policial.