Por: Jornal Sul Brasil | 13/04/2020

Na primeira quinzena de abril de 2020 o 2º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira (2ºBPM/Fron), com sede em Chapecó, foi contemplado com a notícia da decisão final que incrementou o acervo de armas da unidade em 36 pistolas 9mm, que serão diretamente empregadas em ações de combate ao crime.

A destinação só ocorreu após toda a fundamentação legal e comprovação das condições gerais, que foram canalizadas por ofícios do comando do 2º Batalhão à Justiça Federal e Exército Brasileiro. As tratativas começaram ainda em 2018, mas devido a alguns entraves legais, a decisão só pôde ser tomada após uma mudança na legislação federal.

A apreensão das armas ocorreu em 23 de novembro de 2018, numa operação conjunta entre a Polícia Militar (PM) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), que resultou na abordagem de um veículo GM Captiva fazia o trajeto do Paraná com destino ao Rio Grande do Sul e passou por Chapecó. As armas estavam escondidas no para-choque e nas portas do veículo.

Além das 36 pistolas calibre 9mm, também foram apreendido 73 carregadores para as armas, essas que se dividem em 10 da marca da Taurus modelo 809, sete da marca Canik modelo TP9 DA, sete da marca Zigma modelo PX9 e 12 pistolas da marca Girsan modelo MC 28, todas novas e  sem numeração aparente.

As armas agora serão encaminhadas a um armeiro autorizado pela Polícia Federal, para colocação da numeração e brasões no padrão que a PM já usa em suas armas.