Por: Jornal Sul Brasil | 1 mês atrás

Diante do impacto econômico que a pandemia mundial da covid-19 está causando em Santa Catarina, o Sebrae/SC lançou em julho um programa de soluções gratuitas para auxiliar os empresários. A ação do Sebrae/SC conta com três etapas de atendimento às micro e pequenas empresas catarinenses: a primeira é a aplicação de um diagnóstico sobre a situação do negócio, a segunda é a elaboração de um plano de ação que possa ajudar a empresa a ganhar competitividade, e a terceira é o acompanhamento de um Agente Local da Inovação (ALI), que dará suporte na implementação das ações do plano.

O gestor do programa no Sebrae/SC, Wilson Sanches Rodrigues, explica que o programa foi pensado para que as três etapas sejam complementares. “Ao fazer o diagnóstico, ajudamos o empresário a entender o nível de maturidade da sua empresa e quais são os desafios que o seu negócio está enfrentando neste momento de pandemia. Com essa visão clara, ajudamos o empreendedor a criar um plano de ação e, aí sim, o Agente Local da Inovação atua auxiliando na implementação desse plano”.

O programa atende negócios dos setores mais afetados pela crise epidemiológica, turismo, moda, beleza e bem-estar e alimentação fora do lar. “Nós sabemos que esse é um momento de incerteza e de dificuldades econômicas, especialmente para quem trabalha em algumas áreas que dependem mais da presença do consumidor no estabelecimento. Temos a expectativa de atender gratuitamente pelo menos 12 mil micro e pequenas empresas com esse programa, identificando onde elas podem melhorar e construindo planos de ação. Isso vai ajudá-las a retomar a saúde financeira, através do aumento da produtividade, movimentando assim a economia do Estado e gerando empregos”, Wilson.

Segundo pesquisa divulgada no final de junho pelo Sebrae/SC, em parceria com a FIESC e a Fecomércio-SC, o impacto econômico estimado da pandemia já era R$ 36,7 milhões. A mesma pesquisa indicou que o cenário da economia estadual apontava para um reaquecimento, mas ainda abaixo do nível pré-pandemia. Desde que o programa começou, mais de 6 mil empreendimentos já começaram a participar, espalhados por todas as regiões do Estado.

Todas essas soluções estão disponíveis nas 15 agências de atendimento do Sebrae/SC e a previsão inicial é que as ações continuem até o final do ano.  Mais informações http://sebrae.sc/diagnostico