Por: Jornal Sul Brasil | 11/11/2020

A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), publicou dois editais para mapear startups e soluções de Instituições de Ciência, Tecnologia e de Inovação (ICTs) especializados no setor agropecuário e promover conexões entre o ecossistema de inovação e as cadeias produtivas.

“Nós queremos que as inovações e novas tecnologias sejam cada vez mais acessíveis aos produtores rurais, assim como queremos transformar a nossa forma de prestar fomento agropecuário, pesquisa, extensão rural e defesa agropecuária. Com os editais poderemos conhecer melhor o que já está sendo feito em Santa Catarina e de que forma isso pode aprimorar as políticas públicas e potencializar a inovação no agro”, afirma o secretário da Agricultura, Ricardo de Gouvêa.

Pelo chamamento público será possível identificar as startups e as soluções tecnológicas que ofereçam soluções para a agricultura, pecuária, pesca e agroindústria em Santa Catarina, promover a divulgação dessas iniciativas para o setor produtivo e subsidiar novas políticas públicas de fomento à inovação.

O presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, explica que a intenção é mapear as startups na área de agronegócio, as agrotech e foodtechs de Santa Catarina, bem como as ICTs (Instituições de Ciência e Tecnologia) com foco em agricultura, pecuária, pesca e agroindústria para compor uma listagem de empresas. “A partir desse mapeamento, elas podem participar dos programas de agroinovação da Secretaria de Estado da Agricultura e suas vinculadas em parceria com a Fapesc. Nós contamos com todas essas empresas que militam dentro do agronegócio para que possamos fazer esse mapeamento e participando desse programa a partir de 2021”, destaca,

As Agrotechs, Foodtechs e os ICTs cadastrados estarão aptos, de forma não exclusiva, a participarem das ações implementadas pelo Agroinovação SC e pelo Núcleo de Inovação Tecnológica para a Agricultura (NITA), bem como de outras iniciativas e políticas que poderão ser implementadas. O resultado dos mapeamento será disponibilizado a todos e amplamente divulgado.

As startups e Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação interessados em participar do Edital podem se inscrever neste link até o dia 9 de dezembro.