Por: Jornal Sul Brasil | 08/11/2020

“Nós vamos valorizar o funcionário público de carreira, os servidores concursados, efetivos, terão a nossa atenção, suporte e o respeito que merecem. Vamos estruturar um plano de cargos e salários que busque valorizar ainda mais essas pessoas que são muito importantes para o trabalho realizado na Prefeitura e que por méritos conquistaram sua vaga no serviço público. Proporcionaremos um ambiente de qualidade para que os servidores possam prestar o melhor atendimento possível aos cidadãos e trabalhem com satisfação. Incentivaremos a qualificação e capacitação constante de nossos servidores efetivos, proporcionando todas as condições necessárias” garante o candidato

“Os cortes que faremos estão direcionados aos cargos comissionados, aqueles que hoje são ocupados por indicação política. As funções necessárias serão ocupadas por pessoas com qualificação técnica e não por pura indicação, nós vamos acabar com o cabide de empregos. Em cargos comissionados a Prefeitura gasta atualmente cerca de R$ 16 milhões ao ano, e nós vamos economizar para que possamos investir onde realmente existe a necessidade e a urgência, a exemplo da saúde, educação, segurança pública, pavimentação asfáltica e tantas outras áreas que precisam de atenção,” disse Fossá

Ainda conforme o candidato, “o enxugamento da máquina pública passa diretamente pelo corte de gastos supérfluos e a revisão de contratos que a Prefeitura mantém atualmente. Buscaremos a transparência, prestando contas à população de todos os investimentos feitos pela Administração Municipal. O nosso plano de governo está pautado em metas de curto, médio e longo prazo, e isso ajudará a população a ter acesso à solução dos problemas de forma mais rápida e sem demagogia, além de criar mecanismos para que possam acompanhar o trabalho do prefeito, vice-prefeito e as ações realizadas, a exemplo de onde e em que tipo de serviços está sendo aplicado o dinheiro público.”

“Trabalharemos baseados no empreendedorismo político, na busca da efetivação de parcerias público-privadas, reafirmando diariamente o compromisso com a população. O gestor municipal deve exercer o papel de um agente público que representa a vontade popular, que cuida de sua gente. Governança como forma de tomada de decisão e implementação de ações e serviços que visam a alcançar resultados desejáveis e benéficos para a população com transparência, prestação de contas e participação. Nossa prioridade é cuidar dos chapecoenses, proteger os mais vulneráveis e construir oportunidades para todos, potencializando o desenvolvimento do município e das pessoas. Nosso compromisso é fazer de Chapecó uma cidade mais humana, moderna, segura e transparente,” finalizou.