Por: Jornal Sul Brasil | 02/09/2020

Muitos estudantes só conseguem conquistar o tão sonhado diploma de ensino superior com algum benefício, seja bolsa de estudo, de pesquisa ou de extensão. Nos últimos dias, as universidades catarinenses receberam a notícia de um investimento de mais de R$60 milhões por parte do Governo do Estado para a oferta de novas bolsas previstas no artigo 170 da Constituição Estadual. Os recursos chegam como uma nova oportunidade para os estudantes, já que a pandemia trouxe uma série de dificuldades e incertezas também no cenário econômico.

Ainda não há confirmação do valor exato que será destinado para a Unochapecó. No primeiro semestre deste ano, a Universidade contemplou mais de 70% dos estudantes com algum tipo de benefício. A vinda de mais recursos aumenta a expectativa da Instituição para atender um número ainda maior de acadêmicos. 

As novas bolsas que serão ofertadas variam entre 25% e 100%, que é descontado no valor da mensalidade. Elas podem ser solicitadas por qualquer estudante que esteja com sua matrícula regular. O benefício é válido até 31 de dezembro, mas é possível concorrer novamente no próximo semestre. 

 

Calendário

De 27 de agosto a 07 de setembro será o período para que novos estudantes se inscrevam na plataforma do Uniedu. O candidato deverá preencher ou atualizar o cadastro e inserir os documentos que são solicitados no edital 025/Reitoria/2020. Em seguida, as Instituições realizarão as concessões e ajustes com a disponibilização dos recursos anunciados entre os dias 08 e 18 de setembro. De 19 a 23 do mesmo mês, os estudantes concorrerão a bolsas remanescentes. As Instituições concederão, com ajustes, as bolsas entre os dias 24 e 30 de setembro. 

As bolsas de estudo serão referentes a seis meses, de julho a dezembro. Os valores das mensalidades referentes a tais meses já pagos pelos estudantes contemplados serão considerados como crédito para o semestre seguinte. 

As bolsas de pesquisa terão garantida a continuidade de um ano, com seis meses em 2021, atendendo à legislação em vigor. A continuidade dos meses em 2021 serão com os recursos liberados no próximo ano, de forma que a prorrogação das bolsas estará sujeita à disponibilidade financeira futura.

Os valores do Proesde serão distribuídos, 50% para licenciatura e 50% para desenvolvimento regional. A prioridade será para os alunos que já estejam frequentando o curso do Proesde (suplentes). Para a concessão aos demais estudantes, a instituição de ensino superior deve garantir que o estudante conclua, no mínimo, 75% do curso do Proesde até o fim do ano letivo. O seminário estadual acontecerá em fevereiro de 2021.

Tem dúvidas sobre o assunto? Assista hoje, às 18h, uma live no Instagram da Unochapecó com a coordenadora do setor de Bolsas de Estudo, Benefícios e Créditos Estudantis da Universidade, Cleidiane Cigognini. Será a oportunidade ideal para entender como funciona todo o processo e esclarecer suas dúvidas.